O seu carrinho de compras está vazio

Loja

Quantidade: 0

Total: 0,00

0

Falange militar da Grécia e da Macedônia

Falange militar da Grécia e da Macedônia

A falange foi uma formação militar de infantaria pesada da Grécia Antiga.

História

Palavras-chave

falange, arma pesada, guerra, hoplita, Império Macedónio, grego, macedónio, arma, Filipe, soldado, lança, duru, batalha, tática, infantaria, formação militar, espada, escudo, armadura, exército, Hélade, peito de armas, combate corpo a corpo, capacete, Antiguidade

Itens relacionados

Cenas

Hoplita

Falange grega

Falange grega vista de lado

Guerreiros macedônios

Falange da Macedônia

Falange da Macedônia vista de lado

Animação

Narração

A falange é uma palavra de origem grega que significa grupo ou comunidade. Como termo militar, designa a formação da infantaria pesada em filas, compondo um quadrado. Enquanto alguns estudiosos defendem que a falange foi uma invenção grega, outras fontes históricas sugerem que já teria sido usada por povos anteriores ao Período Clássico. O certo é que os gregos se tornaram mestres na arte da guerra usando essa tática de combate.

A arma obrigatória usada pelos hoplitas (soldados gregos de infantaria pesada) era uma lança com 2 a 3 metros de comprimento chamada duru, que era usada com a mão direita. Usavam também uma espada curta. Cada hoplita transportava além desses um escudo na mão esquerda, protegendo ao mesmo tempo a zona lateral do corpo e o soldado à sua esquerda. Também usavam armaduras e elmos.

A natureza e a profundidade da falange variava de acordo com o número de soldados e as condições do terreno. No entanto, as formações eram tipicamente constituídas por oito filas. Foi devido a esta formação militar que o exército grego ganhou numerosas batalhas.

O rei Filipe II da Macedônia foi o primeiro a introduzir a falange no exército macedônio. A sua unidade básica chamava-se sintagma, que era composta por 16 filas com 16 soldados em cada.

Os 256 soldados estavam equipados com lanças chamadas sarissas, medindo entre 4 a 6 metros de comprimento. Muito mais longas do que as usadas pelos hoplitas gregos.

Nas primeiras filas, as sarissas eram empunhadas horizontalmente. Da sexta fila para trás, os soldados seguravam as suas lanças na vertical.

Itens relacionados

Hoplita grego (século V a.C.)

Soldado de infantaria pesada da Grécia Antiga.

Soldado Macedônio (século IV a.C.)

Os soldados do Antigo Reino da Macedônia eram muito temidos.

Batalha de Isso (333 a.C.)

Esta batalha terminou com a vitória esmagadora do exército macedônio de Alexande, o Grande, sobre o exército persa liderado por Dario III.

Batalha de Maratona (490 a.C.)

A corrida da Maratona foi instituída em honra da corrida do soldado grego, após a batalha de Maratona, entre as armadas grega e persa.

Antigo elefante indiano de guerra

Elefantes indianos eram usados ​​como 'tanques' em batalhas.

Batalha das Termópilas (480 a.C)

Esta batalha entre Gregos e Persas tornou-se famosa pelo sacrifício heróico dos soldados espartanos.

Batalha de Gaugamela (331 a.C.)

A batalha, considerada uma obra de arte tática, resultou na vitória do Alexandre, o Grande sobre a Pérsia.

Batalha de Salamina (480 a.C.)

A frota grega deve o seu sucesso às suas táticas e aos seus barcos rápidos e fáceis de manobrar.

Birreme (antiga embarcação de guerra a remos)

Um birreme é um antigo tipo de embarcação de guerra, utilizado por muitos exércitos, com uma característica proa pontiaguda e duas fileiras de remos.

Guerreiro persa (século V a.C.)

Os arqueiros eram membros temidos do exército persa.

Invenções militares de Arquimedes (século III a.C.)

Arquimedes foi um dos mais brilhantes sábios gregos da Antiguidade, deixando a sua marca na história também com invenções bélicas.

Monarca persa (século V a.C.)

Os monarcas da antiga Pérsia eram famosos pela sua riqueza e pelo tamanho do seu império.

O Império Macedônio

O notável imperador e líder militar Alexandre, o Grande, conquistou um vasto império.

Ponte de barcas persa (século V a.C.)

Os reis Dario e Xerxes construíram pontes de barcas no Bósforo, para passagem do exército persa.

Soldado romano (século I a. C.)

Os mercenários do Império Romano eram muito bem treinados e equipados.

Táticas romanas de infantaria

As antigas Legiões Romanas eram mestres em táticas militares.

Torre de cerco da Macedônia (IV século a.C.)

O exército de Alexandre Magno utilizou com sucesso as torres de cerco para tomar as fortificações inimigas.

Cavalo de Troia

Segundo a epopeia de Homero, foi o artifício de Ulisses que causou o desastre da cidade de Troia.

Added to your cart.