O seu carrinho de compras está vazio

Loja

Quantidade: 0

Total: 0,00

0

Eclipse solar

Eclipse solar

Quando o Sol, a Terra e a Lua estão dispostos em linha reta, a Lua pode parcialmente ou completamente esconder Sol.

Geografia

Palavras-chave

eclipse solar, Sol, eclipse, cone de sombra, penumbra, umbra, sombra, fenômeno luminoso, luz solar, eclipse anular, Lua, Terra, corpo celeste, astronomia, astrónomo, geografia

Itens relacionados

Questôes

  • É verdade que a lua está em rotação sincrónica com a Terra?
  • É verdade que vemos sempre a mesma face da Lua a partir da Terra?
  • É verdade que, durante um eclipse solar, a Lua cobre o disco do Sol?
  • É verdade que, durante um eclipse total, não se vê nenhuma parte do Sol?
  • É verdade que os eclipses totais do Sol têm lugar num lugar determinado somente a cada dez anos?
  • É verdade que, durante um eclipse anular, a Lua está no perigeu?
  • Qual a posição relativa do Sol, da Lua e da Terra durante um eclipse solar?
  • Quanto tempo a Lua demora para completar uma órbita em volta da Terra?
  • Qual a posição relativa dos planos orbitais de Sol, da Lua e da Terra durante um eclipse solar?
  • O que significa o termo ´rotação sincrônica´?
  • O que é a umbra?
  • O que é a penumbra?
  • Quando é possível ver um eclipse total do sol?
  • Quando é possível ver um eclipse parcial do sol?
  • Quando é possível ver um eclipse anular do sol?

Cenas

Posição do Sol, da Lua e da Terra

  • Sol
  • luz do Sol
  • Lua
  • Terra

Um eclipse solar é um fenômeno espetacular visível da Terra a olho nu. Eclipses ocorrem quando um objeto celeste cruza a linha de visão entre outros dois astros.

Vista da Terra, a Lua parece do mesmo tamanho que o Sol. É por isso que a Lua pode obscurecer completamente o disco do Sol durante um eclipse solar total. Isso acontece quando a Lua, enquanto orbita a Terra, se alinha com o Sol e a Terra, exatamente entre os dois. Uma vez por mês, a Lua passa entre o Sol e a Terra, mas não é sempre que vemos sempre um eclipse solar porque o plano orbital da Lua está ligeiramente inclinado em comparação ao plano orbital da Terra ao redor do Sol.

Cones de sombra

  • Sol
  • luz do Sol
  • Terra
  • Lua
  • órbita da Lua - A Lua completa uma órbita (elíptica) em volta da Terra em 27,3 dias, o mesmo tempo que necessita para girar sobre o seu eixo. É por isto que vemos sempre a mesma face da Lua. A isto dá-se o nome de rotação sincrónica.
  • penumbra - Apenas uma parte da luz do Sol chega a esta área.
  • umbra - Faixa em que a luz direta do Sol está totalmente bloqueda.

Há um cone de sombra no lado da Terra oposto ao Sol, que é a sombra projetada pela Terra. A Lua também projeta um cone de sombra.

Eclipse total

Às vezes, os planos orbitais do Sol, da Lua e da Terra coincidem. Se a Lua está entre a Terra e o Sol, é atribuído o nome de Lua Nova. A Lua projeta uma sombra sobre a Terra. Quando o disco da Lua cobre o disco do Sol, estamos diante de um eclipse total. No entanto, dependendo de onde estamos, temos uma visão diferente do mesmo acontecimento.

O Sol ilumina a Terra até ser parcialmente coberto pela Lua. Quando isso acontece, a visão do Sol fica bloqueada e uma parte dele ou a sua totalidade deixa de poder ser vista a partir da Terra. Tanto a Lua quanto a Terra estão em movimento em relação ao Sol, de forma que a sombra se move ao longo da superfície da Terra numa faixa estreita. Observando o Sol a partir desta faixa, quando o cone de sombra da Lua atinge a superfície da Terra, podemos ver um eclipse solar total. O Sol fica escuro, mas apenas por alguns instantes (no máximo oito minutos). No entanto, podemos ainda ver a Cromosfera e a Coroa do Sol. Uma vez que a faixa de sombra é muito estreita, os eclipses solares só ocorrem uma vez num determinado lugar a cada 300 anos.

Eclipse parcial

Quando o observador está na penumbra da Lua, o satélite bloqueia apenas parcialmente a luz do Sol. Neste caso, temos um eclipse parcial. Este fenômeno é visível numa faixa de cerca de 1000 km. Um eclipse parcial pode ser visto antes e depois de um eclipse total.

Por causa da órbita elíptica da Lua, a distância entre ela e a Terra não é sempre a mesma. Quando a Lua está mais afastada da Terra, a ponta do cone de sombra não atinge a superfície do planeta e a Lua parece menor do que o Sol, de forma que, durante o eclipse, o sol mantém um anel brilhante em torno do contorno da Lua. Isto é chamado de eclipse anular.

Narração

O eclipse solar é um fenômeno espetacular visível a olho nu. Um esclipse ocorre sempre que um objeto celestial entra na sombra de outro.

Vista da Terra, a Lua parece ter o mesmo tamanho do Sol. É por isso que a Lua pode encobrir completamente o disco solar durante um eclipse solar total. Isto acontece quando a Lua, orbitando a Terra, se alinha com o Sol e a Terra, ficando exatamente entre eles. Uma vez por mês, a Lua passa entre o Sol e a Terra, mas não é possível ver um eclipse solar mensalmente porque o plano orbital da Lua é ligeiramentee inclinado comparado ao plano da Terra ao redor do Sol.

Há um cone de sombra no lado da Terra oposto ao Sol, que é a sombra projetada pela Terra. A Lua também tem um cone de sombra.

Às vezes, os planos orbitais do Sol, da Lua e da Terra coincidem e já que a Lua está entre a Terra e o Sol, a Lua projeta uma sombra sobre a Terra. Este fenómeno é chamado de eclipse solar. Quando observada da Terra, a Lua encobre o disco do Sol.

Um eclipse solar total é visível em uma faixa de 100 a 200 km. O Sol fica escuro, mas apenas por um período máximo de 8 minutos. Os eclipses solares só ocorrem em um determinado lugar uma vez a cada 300 anos. Isto é devido ao fato de o ângulo entre o plano orbital da Lua e o da Terra ser , portanto, na maioria do tempo, o cone de sombra da Lua não atinge a superfície da Terra.

Quando o observador está na penumbra da Lua e a Lua bloqueia apenas parcialmente a luz do Sol, estamos diante de um eclipse parcial. Este fenômeno é visível em uma faixa de 1000 km. Um eclipse parcial pode ser visto antes e depois de um eclipse total.

Itens relacionados

O ciclo de vida do Sistema Solar

O Sol e os planetas formaram-se há 4.500 Bilhões de anos, após o colapso gravitacional de...

Mapa do relevo da China

Esta animação apresenta o relevo e a hidrografia da China.

Tipos de estrelas

Esta animação mostra o processo de desenvolvimento das estrelas médias e gigantes.

Estados e cidades dos E.U.A.

Esta animação mostra os estados e principais cidades dos E.U.A.

Curiosidades geográficas - Geografia física

Esta animação apresenta vários fatos curiosos sobre geografia física.

Países do mundo

Estudar a localização geográfica, capitais e bandeiras dos países do mundo através de...

Lua

A Lua é o único satélite da Terra.

Formação da Terra e da Lua

Esta animação demonstra como a Terra e a Lua foram formadas.

Added to your cart.