O seu carrinho de compras está vazio

Loja

Quantidade: 0

Total: 0,00

0

Dobras (avançado)

Dobras (avançado)

As forças laterais de compressão das rochas formam dobras. É assim que se formam as montanhas.

Geografia

Palavras-chave

dobras, dobra, sinclinal, anticlinal, dobra de montanha, formação de montanhas, tectónica, bacia sedimentar, sedimento, placa tectónica, força de compressão, rocha, montanha, camadas de rocha, natureza, geografia

Itens relacionados

Cenas

Dobras

  • dobra vertical
  • dobra inclinada
  • dobra deitada
  • dobra inversa

Em bacias sedimentares existem diferentes tipos de camadas de sedimentos. Estes sedimentos são plásticos, devido ao grande teor em água, existindo também uma grande quantidade de água acima destes. Se estas bacias sedimentares estiverem localizadas nos limites de placas tectônicas convergentes, ficam sujeitas a forças de laterais de compressão em direções opostas, comprimindo estas camadas. Formam-se dobras, que consistem em anticlinais convexas e sinclinais côncavos. Contudo, as forças opostas raramente são de igual intensidade. Quando a compressão é mais forte de um dos lados, os anticlinais (as cristas) e os sinclinais (as cavas) tornam-se assimétricas, com os anticlinais a inclinarem-se para cima dos sinclinais. Com o aumento das forças de compressão, podem tombar sobre os anticlinais, dando origem às dobras deitadas. A pressão continuada empurra as dobras deitadas para cima das sinclinais, formando as dobras inversas. Quando as dobras são formadas em corrente, originam as cordilheiras montanhosas.

Definição dos termos:

Dobras: um processo geológico, em que forças laterais de compressão criam dobras na crosta terrestre, resultando em estruturas dobradas.

Dobra: a unidade básica do processo de dobragem.

Cordilheira montanhosa: montanhas formadas maioritariamente pelos efeitos das dobras geológicas.

Dobra vertical

  • camadas de rocha
  • forças laterais de compressão

Em bacias sedimentares existem diferentes tipos de camadas de sedimentos. Estes sedimentos são plásticos, devido ao grande teor em água, existindo também uma grande quantidade de água acima destes. Se estas bacias sedimentares estiverem localizadas nos limites de placas tectônicas convergentes, ficam sujeitas a forças de laterais de compressão em direções opostas, comprimindo estas camadas. Formam-se dobras, que consistem em anticlinais convexas e sinclinais côncavos. Contudo, as forças opostas raramente são de igual intensidade. Quando a compressão é mais forte de um dos lados, os anticlinais (as cristas) e os sinclinais (as cavas) tornam-se assimétricas, com os anticlinais a inclinarem-se para cima dos sinclinais. Com o aumento das forças de compressão, podem tombar sobre os anticlinais, dando origem às dobras deitadas. A pressão continuada empurra as dobras deitadas para cima das sinclinais, formando as dobras inversas. Quando as dobras são formadas em corrente, originam as cordilheiras montanhosas.

Definição dos termos:

Dobras: um processo geológico, em que forças laterais de compressão criam dobras na crosta terrestre, resultando em estruturas dobradas.

Dobra: a unidade básica do processo de dobragem.

Cordilheira montanhosa: montanhas formadas maioritariamente pelos efeitos das dobras geológicas.

Dobra inclinada

  • camadas de rocha
  • pequena força lateral de compressão
  • grande força lateral de compressão

Em bacias sedimentares existem diferentes tipos de camadas de sedimentos. Estes sedimentos são plásticos, devido ao grande teor em água, existindo também uma grande quantidade de água acima destes. Se estas bacias sedimentares estiverem localizadas nos limites de placas tectônicas convergentes, ficam sujeitas a forças de laterais de compressão em direções opostas, comprimindo estas camadas. Formam-se dobras, que consistem em anticlinais convexas e sinclinais côncavos. Contudo, as forças opostas raramente são de igual intensidade. Quando a compressão é mais forte de um dos lados, os anticlinais (as cristas) e os sinclinais (as cavas) tornam-se assimétricas, com os anticlinais a inclinarem-se para cima dos sinclinais. Com o aumento das forças de compressão, podem tombar sobre os anticlinais, dando origem às dobras deitadas. A pressão continuada empurra as dobras deitadas para cima das sinclinais, formando as dobras inversas. Quando as dobras são formadas em corrente, originam as cordilheiras montanhosas.

Definição dos termos:

Dobras: um processo geológico, em que forças laterais de compressão criam dobras na crosta terrestre, resultando em estruturas dobradas.

Dobra: a unidade básica do processo de dobragem.

Cordilheira montanhosa: montanhas formadas maioritariamente pelos efeitos das dobras geológicas.

Dobra deitada

  • camadas de rocha
  • pequena força lateral de compressão
  • grande força lateral de compressão

Em bacias sedimentares existem diferentes tipos de camadas de sedimentos. Estes sedimentos são plásticos, devido ao grande teor em água, existindo também uma grande quantidade de água acima destes. Se estas bacias sedimentares estiverem localizadas nos limites de placas tectônicas convergentes, ficam sujeitas a forças de laterais de compressão em direções opostas, comprimindo estas camadas. Formam-se dobras, que consistem em anticlinais convexas e sinclinais côncavos. Contudo, as forças opostas raramente são de igual intensidade. Quando a compressão é mais forte de um dos lados, os anticlinais (as cristas) e os sinclinais (as cavas) tornam-se assimétricas, com os anticlinais a inclinarem-se para cima dos sinclinais. Com o aumento das forças de compressão, podem tombar sobre os anticlinais, dando origem às dobras deitadas. A pressão continuada empurra as dobras deitadas para cima das sinclinais, formando as dobras inversas. Quando as dobras são formadas em corrente, originam as cordilheiras montanhosas.

Definição dos termos:

Dobras: um processo geológico, em que forças laterais de compressão criam dobras na crosta terrestre, resultando em estruturas dobradas.

Dobra: a unidade básica do processo de dobragem.

Cordilheira montanhosa: montanhas formadas maioritariamente pelos efeitos das dobras geológicas.

Dobra inversa

  • camadas de rocha
  • pequena força lateral de compressão
  • grande força lateral de compressão

Em bacias sedimentares existem diferentes tipos de camadas de sedimentos. Estes sedimentos são plásticos, devido ao grande teor em água, existindo também uma grande quantidade de água acima destes. Se estas bacias sedimentares estiverem localizadas nos limites de placas tectônicas convergentes, ficam sujeitas a forças de laterais de compressão em direções opostas, comprimindo estas camadas. Formam-se dobras, que consistem em anticlinais convexas e sinclinais côncavos. Contudo, as forças opostas raramente são de igual intensidade. Quando a compressão é mais forte de um dos lados, os anticlinais (as cristas) e os sinclinais (as cavas) tornam-se assimétricas, com os anticlinais a inclinarem-se para cima dos sinclinais. Com o aumento das forças de compressão, podem tombar sobre os anticlinais, dando origem às dobras deitadas. A pressão continuada empurra as dobras deitadas para cima das sinclinais, formando as dobras inversas. Quando as dobras são formadas em corrente, originam as cordilheiras montanhosas.

Definição dos termos:

Dobras: um processo geológico, em que forças laterais de compressão criam dobras na crosta terrestre, resultando em estruturas dobradas.

Dobra: a unidade básica do processo de dobragem.

Cordilheira montanhosa: montanhas formadas maioritariamente pelos efeitos das dobras geológicas.

Animação

As forças laterais de compressão que atuam sobre uma rocha flexível fazem com que as camadas de pedra se desloquem para cima ou para baixo, formando anticlinais e sinclinais.

As forças de compressão são por vezes iguais. Quando tal ocorre, forma-se uma dobra simétrica, também designada de dobra vertical.

Quando a compressão é mais forte de um dos lados, forma-se uma dobra inclinada. O eixo das dobras inclinadas desvia-se alguns graus do eixo vertical.

Quando uma das forças laterais é muito maior do que a outra, o ângulo da inclinação torna-se também maior, formando-se então uma dobra deitada.

Quando uma das forças laterais é de tal forma maior que a outra que as camadas de rocha se partem e uma desliza sobre a outra, forma-se então uma dobra inversa. Estas dobras inversas podem alcançar uma largura de cerca de cem quilômetros.

Tanto os Alpes como os Cárpatos foram formados por dobras geológicas.

Narração

As forças laterais de compressão que atuam sobre uma rocha flexível fazem com que as camadas de pedra se desloquem para cima ou para baixo, formando anticlinais e sinclinais.

As forças de compressão são por vezes iguais. Quando tal ocorre, forma-se uma dobra simétrica, também designada de dobra vertical.

Quando a compressão é mais forte de um dos lados, forma-se uma dobra inclinada. O eixo das dobras inclinadas desvia-se alguns graus do eixo vertical.

Quando uma das forças laterais é muito maior do que a outra, o ângulo da inclinação torna-se também maior, formando-se então uma dobra deitada.

Quando uma das forças laterais é de tal forma maior que a outra que as camadas de rocha se partem e uma desliza sobre a outra, forma-se então uma dobra inversa. Estas dobras inversas podem alcançar uma largura de cerca de cem quilômetros.

Tanto os Alpes como os Cárpatos foram formados por dobras geológicas.

Itens relacionados

Os rios e a formação do relevo

Os rios têm um papel importante na formação da superfície da Terra: provocam erosão,...

Tipos de lagos

As águas paradas assumem várias formas no planeta. Vejamos como podemos agrupá-las.

Planetas gasosos

Os quatro planetas externos (Júpiter, Saturno, Urano e Neptuno) não possuem superfícies sólidas,...

Placas tectônicas

As placas tectônicas podem mover-se umas em relação às outras.

A savana africana

A maior savana contígua do mundo é na África. Cobre cerca de um terço do continente.

Projeto do clima

Você pode se tornar meteorologista através de divertidas tarefas em grupo.

Vamos assistir as auroras!

Vamos descobrir fatos interessantes sobre a flora e a fauna das regiões polares e as...

Tsunami

Os tsunamis são ondas gigantes com imenso poder de destruição.

Added to your cart.