O seu carrinho de compras está vazio

Loja

Quantidade: 0

Total: 0,00

0

Corpo humano (masculino)

Corpo humano (masculino)

Esta animação apresenta os mais importantes sistemas do corpo humano masculino.

Biologia

Palavras-chave

corpo, corpo masculino, corpo humano, organismo, sistema digestivo, sistema respiratório, pele, sistema cardiovascular, músculos, esqueleto, sistema linfático, sistema excretor, órgãos genitais, sistema nervoso, sistema endócrino, sistema reprodutivo, trato gastrointestinal, respiração, tegumento, sistema circulatório, digestão, sistema imunitário, remoção, homem, crânio, órgão reprodutivo, órgão sensorial, sinapse, circulação sistémica, espinha, esófago, estômago, intestino delgado, cólon, reto, cavidade bucal, cavidade nasal, pulmão, traquéia, laringe, aorta, coração, veia, amígdala, vaso linfático, nódulo linfático, rim, bexiga, uréter, uretra, testículo, vesícula seminal, próstata, cérebro, glândula pituitária, hipotálamo, glândula tireóide, glândulas paratireóides, pâncreas, bílis, medula espinhal, nervo, pénis, timo, membro, membro superior, membro inferior, tórax, fígado, circulação pulmonar, glândula adrenal, hormônio, sistema de órgãos, órgão, biologia, humano

Extras relacionados

Cenas

Pele

A pele é o maior órgão do corpo humano. Em um adulto médio, ocupa uma superfície de cerca de 1,5 metros quadrados e uma massa de sensivelmente 12 kg, incluindo a camada gordurosa hipodérmica. Protege o corpo contra danos mecânicos, radiação UV e patógenos. A sua camada de queratina impede que seque. Desempenha igualmente um importante papel na regulação da temperatura. A pele é o nosso maior órgão sensorial, sendo que os seus receptores sentem calor, frio e estímulos mecânicos.

Músculos esqueléticos

  • músculos da cabeça
  • músculos do peito
  • músculos abdominais
  • músculos da panturrilha
  • músculos do pescoço
  • músculos do braço
  • músculos do antebraço
  • músculos da coxa
  • músculos das costas

Os músculos esqueléticos são grandes órgãos de locomoção. Existem cerca de 350 músculos esqueléticos no corpo humano, que podem constituir 50% da massa do corpo. Existem músculos longos, curtos, achatados e em forma de anel. Os músculos estão ligados aos ossos por tendões.

Esqueleto

  • crânio
  • coluna vertebral
  • pélvis
  • ossos dos membros superiores
  • ossos dos membros inferiores
  • peito

O esqueleto de um ser humano adulto é composto por 206 ossos. Os ossos são ao mesmo tempo rígidos e flexíveis, de forma a aguentar pesos grandes. O metabolismo dos ossos é lento, motivo pelo qual saram devagar. Um osso partido demora pelo menos 6 semanas a sarar. Há que garantir um adequado consumo diário de cálcio (1.500 mg nos adolescentes), de modo a prevenir a osteoporose.

Sistema gastroentestinal

  • estômago
  • intestino delgado
  • intestino grosso
  • cólon
  • fígado
  • pâncreas
  • esôfago
  • cavidade bucal
  • vesícula biliar

O sistema gastro-intestinal é responsável pela digestão e pela absorção de nutrientes. Os alimentos são esmagados na boca pelos dentes, tendo início a digestão dos hidratos de carbono. As proteínas são digeridas no estômago altamente ácido, após o que são absorvidos no intestino delgado todos os três tipos de nutrientes, a saber, proteínas, hidratos de carbono e lípidos. É aqui que é lançado o suco pancreático, segregado pelo pâncreas e contendo enzimas digestivas, bem como a bílis, segregada pelo fígado e auxiliando a digestão dos lípidos. O cólon absorve água e minerais, sendo que a sua flora bacteriana produz vitaminas.

Sistema respiratório

  • traqueia
  • laringe
  • pulmões
  • cavidade bucal
  • cavidade nasal
  • faringe
  • brônquio principal

Os processos catabólicos do nosso corpo requerem oxigênio e produzem dióxido de carbono. É nos pulmões que tem lugar a absorção de oxigênio e a liberação de dióxido de carbono. Quando estamos relaxados, respiramos aproximadamente 16 vezes por minutos e trocamos cerca de meio litro de ar de cada vez. O câncer de pulmão é uma doença pulmonar grave e fumar muito aumenta a probabilidade de se desenvolver.

Sistema cardiovascular

  • coração
  • aorta

A rede de vasos sanguíneos que existe no nosso corpo forma o sistema cardiovascular. A circulação sistêmica é a parte do sistema cardiovascular que fornece sangue rico em oxigênio a todos os órgãos do corpo, transportando igualmente o dióxido de carbono para fora do organismo. A circulação pulmonar transporta o sangue rico em dióxido de carbono do coração para os pulmões, onde o dióxido de carbono é libertado e o oxigênio absorvido. O sangue rico em oxigênio é então transportado para o coração. O sangue é bombeado pelas contrações do coração para os vasos sanguíneos. É possível manter a saúde do nosso coração e vasos sanguíneos por meio de exercício regular, de uma dieta saudável e pobre em gordura, e evitando fumar.

Sistema nervoso

  • cérebro
  • medula espinhal
  • nervos
  • músculo temporal
  • músculos zigomáticos
  • músculo masseter
  • músculo esternocleidomastóideo
  • músculo orbicular da boca
  • músculo frontal
  • músculo orbicular dos olhos
  • músculo risório
  • músculo platisma
  • músculo abaixador do ângulo da boca

Juntamente com o sistema hormonal, o sistema nervoso é responsável pelo funcionamento coordenado e regulado do corpo humano. O sistema nervoso central é composto pelo cérebro e a medula espinhal, enquanto o sistema nervoso periférico é composto pelos nervos, os quais transmitem informação entre o sistema nervoso central e os órgãos sob a forma de sinais elétricos. Existem 12 pares de nervos cranianos, emergindo diretamente do cérebro, e 31 pares de nervos espinais, emergindo de segmentos da medula espinhal.

Sistema excretor

  • rins
  • uréter
  • bexiga urinária
  • uretra

Materiais desnecessários e prejudiciais são removidos do corpo através dos rins, os quais produzem cerca de litro e meio de urina por dia. A urina é armazenada na bexiga urinária, sendo libertada do corpo através da uretra. Uma doença comum do sistema urinário é a pielite ou inflamação da pélvis renal. Os seus sintomas incluem a presença de proteínas na urina. Muitas vezes formam-se pedras nos rins, as quais podem provocar pequenas lesões e consequentemente sangue na urina.

Corpo humano

Sistema linfático

  • amígdala
  • baço
  • timo
  • gânglio linfático
  • ducto torácico
  • vaso linfático

A linfa é o fluido que se encontra nos espaços intersticiais, também conhecidos como espaços dos tecidos. É produzida a partir do sangue, por osmose, através das paredes dos capilares. Os produtos do metabolismo são também drenados para a linfa. A linfa é transportada para a veia subclávia por vasos linfáticos, passando através de gânglios linfáticos. Os patogénicos transportados pela linfa encontram os glóbulos brancos que habitam nos gânglios linfáticos, o que é importante para o funcionamento do sistema imunitário. O timo, o baço e as amígdalas são outros importantes órgãos linfáticos, desempenhando um papel importante na maturação dos glóbulos brancos e na defesa imunitária.

Sistema reprodutor

  • testículo
  • epidídimo
  • ducto deferente
  • vesícula seminal
  • próstata

Os órgãos genitais desempenham a função reprodutiva, produzindo gâmetas. Durante a fertilização, o óvulo une-se a um espermatozóide, formando um zigoto a partir do qual se desenvolve um embrião. Nos homens, as glândulas reprodutivas são os testículos, que produzem o sêmen. Este é armazenado no epidídimo, saindo pela uretra durante a ejaculação. O sêmen é produzido pela próstata e vesículas seminais.

Sistema hormonal

  • glândulas paratiroides
  • glândula adrenal
  • testículo
  • pâncreas
  • glândula tireóide
  • glândula pituitária (hipófise)

Os hormônios são produzidos pelas glândulas do sistema endócrino. A adrenalina é segregada pela glândula adrenal, a insulina pelo pâncreas e a tiroxina pela glândula tiróide. O centro do sistema endócrino é o eixo hipotalâmico-pituitário. O hipotálamo produz hormônios que regulam a glândula pituitária, onde estimulam a produção hormonal. Estes hormônios estimulam outras glândulas endócrinas: a glândula tiróide, a glândula adrenal e as glândulas reprodutivas. O pâncreas não é regulado pelo eixo hipotalâmico-pituitário.

Partes do corpo

  • cabeça
  • pescoço
  • tronco
  • membros
  • ombro
  • braço
  • antebraço
  • mão
  • coxa
  • parte inferior da perna
  • peito
  • abdómen
  • pélvis
  • costas
  • cintura
  • nádegas
  • olho
  • nariz
  • boca
  • orelha
  • testa
  • couro cabeludo
  • pescoço
  • nuca
  • queixo
  • ombro
  • peito
  • abdômen
  • pélvis
  • costas
  • cintura
  • nádegas
  • umbigo
  • braço
  • antebraço
  • mão
  • cotovelo
  • pulso
  • dedos
  • coxa
  • parte inferior da perna
  • joelho
  • tornozelo
  • planta do pé
  • pênis
  • escroto

A pele é o maior órgão do corpo humano. Em um adulto médio, ocupa uma superfície de cerca de 1,5 metros quadrados e uma massa de sensivelmente 12 kg, incluindo a camada gordurosa hipodérmica. Protege o corpo contra danos mecânicos, radiação UV e patógenos. A sua camada de queratina impede que seque. Desempenha igualmente um importante papel na regulação da temperatura. A pele é o nosso maior órgão sensorial, sendo que os seus receptores sentem calor, frio e estímulos mecânicos.

Narração

A pele é o maior órgão do corpo humano. Em um adulto médio, ocupa uma superfície de cerca de 1,5 metros quadrados e uma massa de sensivelmente 12 kg, incluindo a camada gordurosa hipodérmica. Protege o corpo contra danos mecânicos, radiação UV e patógenos. A sua camada de queratina impede que seque. Desempenha igualmente um importante papel na regulação da temperatura. A pele é o nosso maior órgão sensorial, sendo que os seus receptores sentem calor, frio e estímulos mecânicos.

Os músculos esqueléticos são grandes órgãos de locomoção. Existem cerca de 350 músculos esqueléticos no corpo humano, que podem constituir 50% da massa do corpo. Existem músculos longos, curtos, achatados e em forma de anel. Os músculos estão ligados aos ossos por tendões.

O esqueleto de um ser humano adulto é composto por 206 ossos. Os ossos são ao mesmo tempo rígidos e flexíveis, de forma a aguentar pesos grandes. O metabolismo dos ossos é lento, motivo pelo qual saram devagar. Um osso partido demora pelo menos 6 semanas a sarar. Há que garantir um adequado consumo diário de cálcio (1.500 mg nos adolescentes), de modo a prevenir a osteoporose.

O sistema gastro-intestinal é responsável pela digestão e pela absorção de nutrientes. Os alimentos são esmagados na boca pelos dentes, tendo início a digestão dos hidratos de carbono. As proteínas são digeridas no estômago altamente ácido, após o que são absorvidos no intestino delgado todos os três tipos de nutrientes, a saber, proteínas, hidratos de carbono e lípidos. É aqui que é lançado o suco pancreático, segregado pelo pâncreas e contendo enzimas digestivas, bem como a bílis, segregada pelo fígado e auxiliando a digestão dos lípidos. O cólon absorve água e minerais, sendo que a sua flora bacteriana produz vitaminas.

Os processos catabólicos do nosso corpo requerem oxigênio e produzem dióxido de carbono. É nos pulmões que tem lugar a absorção de oxigênio e a liberação de dióxido de carbono. Quando estamos relaxados, respiramos aproximadamente 16 vezes por minutos e trocamos cerca de meio litro de ar de cada vez. O câncer de pulmão é uma doença pulmonar grave e fumar muito aumenta a probabilidade de se desenvolver.

A rede de vasos sanguíneos que existe no nosso corpo forma o sistema cardiovascular. A circulação sistêmica é a parte do sistema cardiovascular que fornece sangue rico em oxigênio a todos os órgãos do corpo, transportando igualmente o dióxido de carbono para fora do organismo. A circulação pulmonar transporta o sangue rico em dióxido de carbono do coração para os pulmões, onde o dióxido de carbono é libertado e o oxigênio absorvido. O sangue rico em oxigênio é então transportado para o coração. O sangue é bombeado pelas contrações do coração para os vasos sanguíneos. É possível manter a saúde do nosso coração e vasos sanguíneos por meio de exercício regular, de uma dieta saudável e pobre em gordura, e evitando fumar.

Materiais desnecessários e prejudiciais são removidos do corpo através dos rins, os quais produzem cerca de litro e meio de urina por dia. A urina é armazenada na bexiga urinária, sendo libertada do corpo através da uretra. Uma doença comum do sistema urinário é a pielite ou inflamação da pélvis renal. Os seus sintomas incluem a presença de proteínas na urina. Muitas vezes formam-se pedras nos rins, as quais podem provocar pequenas lesões e consequentemente sangue na urina.

Juntamente com o sistema hormonal, o sistema nervoso é responsável pelo funcionamento coordenado e regulado do corpo humano. O sistema nervoso central é composto pelo cérebro e a medula espinhal, enquanto o sistema nervoso periférico é composto pelos nervos, os quais transmitem informação entre o sistema nervoso central e os órgãos sob a forma de sinais elétricos. Existem 12 pares de nervos cranianos, emergindo diretamente do cérebro, e 31 pares de nervos espinais, emergindo de segmentos da medula espinhal.

Os hormônios são produzidos pelas glândulas do sistema endócrino. A adrenalina é segregada pela glândula adrenal, a insulina pelo pâncreas e a tiroxina pela glândula tiróide. O centro do sistema endócrino é o eixo hipotalâmico-pituitário. O hipotálamo produz hormônios que regulam a glândula pituitária, onde estimulam a produção hormonal. Estes hormônios estimulam outras glândulas endócrinas: a glândula tiróide, a glândula adrenal e as glândulas reprodutivas. O pâncreas não é regulado pelo eixo hipotalâmico-pituitário.

A linfa é o fluido que se encontra nos espaços intersticiais, também conhecidos como espaços dos tecidos. É produzida a partir do sangue, por osmose, através das paredes dos capilares. Os produtos do metabolismo são também drenados para a linfa. A linfa é transportada para a veia subclávia por vasos linfáticos, passando através de gânglios linfáticos. Os patogénicos transportados pela linfa encontram os glóbulos brancos que habitam nos gânglios linfáticos, o que é importante para o funcionamento do sistema imunitário. O timo, o baço e as amígdalas são outros importantes órgãos linfáticos, desempenhando um papel importante na maturação dos glóbulos brancos e na defesa imunitária.

Os órgãos genitais desempenham a função reprodutiva, produzindo gâmetas. Durante a fertilização, o óvulo une-se a um espermatozóide, formando um zigoto a partir do qual se desenvolve um embrião. Nos homens, as glândulas reprodutivas são os testículos, que produzem o sêmen. Este é armazenado no epidídimo, saindo pela uretra durante a ejaculação. O sêmen é produzido pela próstata e vesículas seminais.

Extras relacionados

Cavidade bucal, faringe e esófago

Os órgãos que constituem a seção inicial do trato gastrointestinal são a cavidade bucal,...

Sistema endócrino

As glândulas do sistema endócrino segregam hormônios no sangue.

Vitaminas

Como o nosso corpo obtém acesso às vitaminas de que necessita?

Anatomia da medula espinhal

A medula espinhal é a parte do sistema nervoso central que está localizada no interior da...

O sistema de condução elétrica do coração

O coração produz os impulsos elétricos necessários para o seu funcionamento. A...

Do que é composto o corpo humano?

Esta cena apresenta os componentes básicos do corpo humano.

Nós nos tornamos o que comemos?

A lição apresenta os componentes de uma dieta saudável.

Infecção do ouvido médio (otite média)

Esta animação mostra os sintomas e o tratamento para a otite média secretora.

Added to your cart.