O seu carrinho de compras está vazio

Loja

Quantidade: 0

Total: 0,00

0

Campo de trabalho soviético (década de 1930)

Campo de trabalho soviético (década de 1930)

Os campos de trabalho soviéticos ficavam longe de zonas habitadas.

História

Palavras-chave

campo de trabalho, campo de trabalho soviético, Gulag, trabalho forçado, soviético, Solzhenitsyn, Estaline, farsa judicial, Sibéria, acusação falsa, preso político, barracão, desumano, prisioneiro, cativeiro

Itens relacionados

Cenas

Campo de trabalho

Quartel

Interior de um quartel

Reclusos

Guardas

Trabalho forçado

Animação

Narração

Gulag era o nome da Direção Geral dos Campos de Trabalho na União Soviética. Já existiam campos de trabalhos forçados na Rússia imperial, mas foi a partir da década de 1930 que se generalizaram devido às medidas levadas a cabo por Stalin. O objetivo deste sistema penal era neutralizar os inimigos do regime, intimidar a população e fornecer à União Soviética mão-de-obra barata.

A maioria destes campos situava-se longe de zonas habitadas, sendo os mais duros os da Sibéria. Para estes campos foram deportados inimigos do regime (tanto soviéticos como estrangeiros), prisioneiros de guerra e outros elementos subversivos, onde deveriam efetuar trabalhos físicos extremamente duros entre 10 e 12 horas por dia, como por exemplo em minas, na construção de estradas e vias férreas ou na exploração florestal.

As condições de vida, higiene e alimentação eram terríveis, piorando inclusivamente devido ao mau tempo e crueldade dos guardas. Segundo as fontes disponíveis, aproximadamente 20 milhões de pessoas perderam a vida nestes campos soviéticos.

Um dos prisioneiros mais famosos foi o professor de matemática Aleksander Solzhenitsyn, que após a sua libertação escreveu livros sobre estes campos de trabalho. Em 1970, ganho o Prêmio Nobel da Literatura pelo seu trabalho.

Após a morte de Stalin em 1953, o sistema tornou-se menos rigoroso, mas só em 1960 o Gulag foi oficialmente suprimido. Ainda assim, a intimidação política à população soviética prolongou-se pelas décadas seguintes.

Itens relacionados

Soldado soviético (2ª Guerra Mundial)

O Exército Soviético tornou-se uma força mundial poderosa, primeiro pela quantidade de soldados, mais tarde pelo armamento avançado.

Campo de concentração Auschwitz II (Birkenau)

Mais de um milhão de pessoas morreram neste campo de concentração nazista durante a Segunda Guerra Mundial.

Campo de refugiados na África (Darfur)

Milhões de pessoas foram obrigadas a abandonar as suas casas devido ao conflito militar no Sudão.

Campo de trabalho na Hungria (Recsk)

Durante a ditadura de Rákosi, cerca de 1500 pessoas foram deportadas para o campo conhecido como o "gulag húngaro".

Campo de trabalhos forçados Auschwitz I

O campo de concentração estabelecido em território polonês era o centro administrativo de um enorme complexo de campos.

Bastilha (Paris, século XVIII)

A prisão parisiense tornou-se lendária, após a Revolução de 1789.

Masmorra medieval

Uma ampla variedade de dispositivos de tortura era utilizada nas masmorras medievais.

Added to your cart.