O seu carrinho de compras está vazio

Loja

Quantidade: 0

Total: 0,00

0

Andorinha do ártico

Andorinha do ártico

A andorinha do mar ártica é famosa por seu longo percurso migratório: todo ano, ela faz a viagem de ida e volta do Ártico até à Antártica.

Biologia

Palavras-chave

andorinha, migração, ovo, ave migrante, ninho, ave aquático, aviação, bico, animal, vertebrado, ave, biologia

Itens relacionados

Cenas

Andorinha do ártico

Voo

  • envergadura de asa: de 65 a 78 cm

Migração

Anatomia

  • comprimento do corpo: de 28 a 39 cm
  • peso: de 85 a 125 g
  • patas curtas
  • asas estreitas
  • cauda bifurcada

Narração

  • comprimento do corpo: de 28 a 39 cm
  • peso: de 85 a 125 g
  • patas curtas
  • asas estreitas
  • cauda bifurcada

Narração

A andorinha do ártico é famosa por ser a ave que realiza o mais longo percurso migratório. Esta espécie constrói os seus ninhos nas regiões do Círculo Polar Ártico, da Islândia ao Alasca, aproveitando as águas ricas em nutrientes. Por volta de agosto, antes que o frio e a escuridão do inverno do Ártico cheguem, a ave migra até o Polo Sul. O seu trajeto segue geralmente as linhas dos continentes. Mas, enquanto algumas colônias voam pela costa da África, outras voam perto do litoral sul-americano. Iniciam a sua viagem de volta por volta de maio ou junho. Descrevem uma rota em forma de "S" em direção ao Polo Norte, aproveitando os principais sistemas de ventos para poupar energia. A andorinha do ártico pode viajar mais de 70.000 quilômetros durante a sua migração anual.

Graças às suas asas longas e estreitas e à sua cauda bifurcada, esta ave possui uma extraordinária capacidade de voo. A sua esperança média de vida é de 30 anos, de forma que, ao longo de suas migrações anuais, ela pode chegar a percorrer uma distância total de dois milhões de quilômetros.

A andorinha do ártico alimenta-se principalmente de pequenos peixes e crustáceos marinhos, mergulhando nas águas para capturar as suas presas. Eles fazem ninhos em grandes grupos, servindo-se de buracos rasos cavados no chão. As fêmeas põem dois a três ovos, que demoram entre 20 e 24 dias para se chocar.

Itens relacionados

Baleia azul

Esse mamífero marinho é o maior animal conhecido que já viveu na face da terra.

Correntes marítimas

A correia transportadora oceânica é um sistema de correntes marítimas em escala global que exerce grande influência no clima da Terra.

Falcão-sacre

O falcão-sacre é uma grande ave de rapina que habita a Europa e a Ásia.

Gralha de nuca cinzenta

É possível encontrar frequentemente bandos de gralhas de nuca cinzenta nas zonas urbanas. Konrad Lorenz estudou o complexo comportamento social destes animais.

Guarda-rios comum

As cores características do guarda-rios comum ajudam o pássaro na captura das suas presas.

Pinguim-imperador

Os pinguins são aves que habitam à Antártida e que se adaptaram às temperaturas frias e a natação..

Tipos de penas

Esta animação mostra os principais tipos de penas (penugem, pena de contorno, de voo, etc.) e os pormenores de suas estruturas.

Added to your cart.