O teu carrinho de compras está vazio

Loja

Quantidade: 0

Total: 0,00

0

Urano

Urano

O gigante gasoso Urano é o sétimo planeta a contar do Sol.

Geografia

Palavras-chave

Urano, anéis de Urano, Sistema Solar, gigante gasoso, planeta exterior, Miranda, Ariel, Umbriel, Titânia, Oberon, Sol, planeta, astronomia, astrofísica, geografia, física

Extras relacionados

Cenas

Sistema Solar

  • Sol
  • Mercúrio
  • Vénus
  • Terra
  • Marte
  • Júpiter
  • Saturno
  • Urano
  • Neptuno

Urano é um dos gigantes gasosos (planetas do tipo de Júpiter) do Sistema Solar, o quarto planeta a contar da Terra, um planeta exterior. A sua atmosfera consiste em hidrogénio (83%) e hélio (15%), com algum metano e amónia. O metano na atmosfera superior absorve a luz vermelha, dando ao planeta uma nuance azul-verde. Poucos detalhes da superfície são visíveis. As nuvens movem-se ao longo das latitudes, tal como no caso de Júpiter e Saturno, mas são muito mais ténues.

Definições:

Planetas exteriores: Gigantes gasosos do Sistema Solar para além da cintura de asteróides.

Planetas gasosos (planetas do tipo de Júpiter): Corpos celestes que não emitem qualquer luz própria, compostos por elementos leves (hidrogénio, hélio, amónia, metano). Os planetas gasosos têm baixa densidade média, mas grandes volumes, e não possuem superfícies sólidas. Eles têm atmosferas espessas, densas e opacas, a massa das quais são a parte dominante da massa total do planeta. Tem Portuguese Translator vários satélites e sistemas de anéis.

Urano

  • eixo de rotação
  • linha perpendicular ao plano orbital
  • plano orbital
  • órbita de Urano
  • equador de Urano
  • 97,77°
  • anéis de Urano

Dados:

Diâmetro: 51 118 km ( 4,01 Terras)

Massa: 8,68·10²⁵ kg ( 14,5 Terras)

Densidade média: 1,27 g/cm³

Gravidade superficial: 0,886 g

Temperatura superficial: -210 °C

Número de luas: 27

Período de rotação: 17 h 17 m (retrógrado)

Inclinação axial: 97.77° (inclinado 7.77° abaixo do plano orbital)

Distância média ao Sol: 2 871 000 000 km = 19,19 AU = 2,39 horas-luz

Excentricidade orbital: 0,047

Período orbital: 84,01 anos

Miranda

Miranda:

Distância média a Urano:
129 390 km

diâmetro: 471 km

Miranda é a mais pequena e mais interior das luas grandes. Orbita Urano uma vez a cada 1,4 dias. A superfície da lua é variada. Áreas de terreno antigo, com crateras alternam com enormes penhascos, sulcos e vales, formados mais tarde. Cerca de metade do seu material é gelo, e metade é rocha.

Ariel

Ariel:

Distância média a Urano: 191 020 km

diâmetro: 1 158 km

Umbriel

Umbriel:

Distância média a Urano: 266 000 km

diâmetro: 1 169 km

Titânia

Titânia:

Distância média a Urano: 435 900 km

diâmetro: 1,578 km

Titânia é a maior das luas de Urano. O seu período orbital é de quase 9 dias. A sua superfície está coberta de gelo, intersectado por vales e crateras. A maior cratera é a Bacia Gertrude, com 200 km de diâmetro.

Oberon

Oberon:

Distância média a Urano: 583 500 km

diâmetro: 1 522 km

Secção de Urano

  • atmosfera - Urano tem uma atmosfera espessa constituída por hidrogénio, hélio e metano.
  • manto - O núcleo é circundado por um manto com cerca de 18000 km de espessura, consistindo de gelo de metano, água e amónia.
  • núcleo - O seu núcleo consiste em ferro e silicatos e tem a massa de cerca de 3 Terras.

Órbita de Urano

  • Urano
  • Sol
  • distância média ao Sol: 2 871 000 000 km
  • período orbital: 84,01 anos
  • a órbita de Urano

Animação

  • Sol
  • Mercúrio
  • Vénus
  • Terra
  • Marte
  • Júpiter
  • Saturno
  • Urano
  • Neptuno
  • eixo de rotação
  • linha perpendicular ao plano orbital
  • plano orbital
  • órbita de Urano
  • equador de Urano
  • 97,77°
  • anéis de Urano
  • atmosfera - Urano tem uma atmosfera espessa constituída por hidrogénio, hélio e metano.
  • manto - O núcleo é circundado por um manto com cerca de 18000 km de espessura, consistindo de gelo de metano, água e amónia.
  • núcleo - O seu núcleo consiste em ferro e silicatos e tem a massa de cerca de 3 Terras.

Narração

Urano foi primeiro observado pelo inglês Sir William Herschel, que inicialmente pensou tratar-se de um cometa. Após algum debate sobre o nome, a sugestão do astrónomo alemão Johann Bode foi aceite; portanto o planeta foi chamado Urano, que ajusta bem na nomenclatura planetária greco-latina. Urano era o deus grego do céu, marido de Gaia, Mãe-Terra; ele era um dos deuses gregos fundamentais. Era o pai dos Titãs e dos ciclopes.

Urano é um dos gigantes gasosos ou planetas Jovianos; o quarto planeta a contar da Terra, um planeta exterior. A sua atmosfera consiste em 83% hidrogénio e 15% hélio, com algum metano e amónia. O metano na atmosfera superior absorve a luz vermelha, dando ao planeta uma nuance azul-verde. Poucos detalhes da superfície são visíveis. As nuvens movem-se ao longo das latitudes, tal como no caso de Júpiter e Saturno, mas são muito mais ténues. O núcleo de Urano, que contém material sólido, é circundado por um manto de água, amónia e metano líquidos.

A sua inclinação axial é maior do que 90º, com um dos pólos voltado constantemente para o Sol. Este pólo é mais quente do que o equador. A grande inclinação axial poderá ser resultado de uma colisão com um objecto protoplanetário há milhares de milhões de anos. Urano, tal como a Terra, tem um forte campo magnético. É estranho que o eixo magnético esteja inclinado a um ângulo 59-graus em relação ao eixo de rotação e que o eixo magnético não passe pelo centro do planeta. O campo magnético foi formado dentro do planeta, mas não é conhecido o que está na sua origem.

São conhecidos 11 anéis e 27 luas. Os anéis consistem em rochas com até um metro, escuras e geladas. Ao contrário de outros objectos do Sistema Solar, as luas de Urano não foram baptizadas com nomes de figuras da mitologia antiga, mas com nomes de personagens dos trabalhos de Shakespeare e de "The Rape of the Lock", o poema satírico pelo poeta inglês Alexander Pope.

Miranda é a mais pequena e mais interior das luas grandes. Orbita Urano uma vez a cada 1,4 dias. A superfície da lua é variada. Áreas de terreno antigo, com crateras alternam com enormes penhascos, sulcos e vales, formados mais tarde. Cerca de metade do seu material é gelo, e metade é rocha.

Titânia é a maior das luas de Urano. O seu período orbital é de quase 9 dias. A sua superfície está coberta de gelo, intersectado por vales e crateras. A maior cratera é uma a bacia conhecida como Gertrude, com 200 km de diâmetro.

Extras relacionados

O ciclo de vida do Sistema Solar

O Sol e os planetas formaram-se há 4.500 milhões de anos, após o colapso gravitacional de uma nuvem de poeira.

Planetas, dimensões

Os planetas interiores do sistema solar são planetas terrestres, enquanto os exteriores são gigantes gasosos.

Sistema solar, órbitas planetárias

As órbitas dos oito planetas do nosso sistema solar são elíticas.

A Missão Cassini-Huygens (1997-2017)

A sonda espacial Cassini explorou Saturno e as suas luas por cerca de 20 anos.

A missão New Horizons

A sonda espacial New Horizons foi lançada em 2006, com o objetivo de estudar Plutão e a Cintura de Kuiper.

Exploração de Marte

Sondas espaciais e veículos exploradores investigam a estrutura de Marte e procuram vestígios da existência de vida.

Júpiter

Júpiter é o maior planeta do Sistema Solar, com duas vezes e meia a massa de todos os outros planetas juntos.

Leis de Kepler do movimento planetário

As três importantes leis que descrevem o movimento planetário foram formuladas por Johannes Kepler.

Marte

Atualmente, procuram-se vestígios de água e vida em Marte.

Mercúrio

Mercúrio é o planeta mais próximo do Sol e o mais pequeno do Sistema Solar.

Missão Dawn

O estudo de Ceres e Vesta ajudar-nos-á a saber mais acerca da história do Sistema Solar e de como se formaram os planetas rochosos.

Neptuno

No Sistema Solar, Neptuno é o planeta mais distante do Sol e o mais pequeno dos gigantes gasosos.

O Sol

O diâmetro do Sol é cerca de 109 vezes maior que o da Terra. A maior parte da sua massa é composta por hidrogénio.

Saturno

Saturno é o segundo maior planeta do Sistema Solar, facilmente identificável pelos seus anéis.

Sistema de Plutão - Caronte

Caronte é o maior satélite de Plutão.

Terra

A Terra é um planeta rochoso com uma crosta sólida e oxigénio na sua atmosfera.

Vénus

Vénus é o segundo planeta a contar do Sol e objeto mais brilhante no céu noturno depois da Lua.

Via Láctea

O diâmetro da nossa galáxia é de cerca de 100 mil anos-luz, contendo mais de 100 bilhões de estrelas, uma das quais é o nosso Sol.

Added to your cart.