O teu carrinho de compras está vazio

Loja

Quantidade: 0

Total: 0,00

0

Sistema solar, órbitas planetárias

Sistema solar, órbitas planetárias

As órbitas dos oito planetas do nosso sistema solar são elípticas.

Geografia

Palavras-chave

planeta, Sistema Solar, Mercúrio, Vénus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano, Neptuno, órbita planetária, gigante gasoso, planeta rochoso, planeta anão, asteróide, cinturão de asteróides, Sol, estrela, corpo celeste, Lua, Via Láctea, sistema circulatório, rotação, galáxia espiral, astronomia, geografia

Extras relacionados

Cenas

Sistema solar

Mercúrio

Mercúrio é um dos planetas do Sistema Solar, o planeta interior mais próximo do Sol. É o planeta mais pequeno do Sistema Solar; 2 das luas são maiores do que Mercúrio: Ganímedes (orbita Júpiter) e Titã (orbita Saturno). Mercúrio é um planeta rochoso (planeta telúrico), o segundo mais denso (5,43g/cm³) do Sistema Solar, devido ao seu núcleo de ferro. Quando observado a partir da Terra, está sempre próximo do Sol, nunca se afastando mais do que 22 graus deste, e tem fases, semelhantes às da Lua.

Vénus

Vénus é um dos planetas do Sistema Solar, o segundo dos planetas interiores a contar do Sol. É um planeta rochoso (telúrico), com elevada densidade (5,25 g/cm³). É muito semelhante à Terra em tamanho e massa, e é comummente designado de planeta irmão da Terra.

Terra

A Terra é o terceiro planeta a contar do Sol. É o quinto maior planeta e o maior de todos os planetas terrestres em termos de diâmetro, massa e densidade. A Terra é o único planeta conhecido no universo onde existe vida. De acordo com o que hoje sabemos, a Terra formou-se há 4,57 mil milhões de anos e a vida surgiu à sua superfície passado mil milhões de anos.

Marte

Marte é o quarto planeta do Sistema Solar a contar do Sol, o mais exterior dos planetas interiores. Está 1,52 vezes tão distante do Sol como a Terra. O seu diâmetro é aproximadamente metade do da Terra, a sua massa é apenas um décimo. É um planeta rochoso (planeta telúrico).

Júpiter

Jupiter é o quinto planeta a contar do Sol, o segundo da Terra, o mais próximo dos planetas exteriores. É o maior planeta do Sistema Solar, com um diâmetro de 142 984 km. Tem duas vezes e meia a massa de todos os outros planetas combinados.

Saturno

Saturno é o segundo maior planeta do Sistema Solar, um planeta exterior espectacular. É um gigante gasoso (ou planeta Joviano).

Saturno é o planeta mais achatado, devido à sua elevada velocidade de rotação e baixa densidade. É o planeta menos denso do Sistema Solar, o único com uma densidade inferior à da água (0,69 g/cm³).

Urano

Urano é um dos gigantes gasosos (planetas do tipo de Júpiter) do Sistema Solar, o quarto planeta a contar da Terra, um planeta exterior. A sua atmosfera consiste em hidrogénio (83%) e hélio (15%), com algum metano e amónia. O metano na atmosfera superior absorve a luz vermelha, dando ao planeta uma nuance azul-verde. Poucos detalhes da superfície são visíveis. As nuvens movem-se ao longo das latitudes, tal como no caso de Júpiter e Saturno, mas são muito mais ténues.

Neptuno

Neptuno é um dos planetas exteriores, o mais exterior do Sistema Solar. Está 30 vezes mais afastado do Sol do que a Terra, numa órbita quase circular. É o mais pequeno dos gigantes gasosos, muito semelhante a Úrano.

Animação

Eixos de rotação

Planetas terrestres

Gigantes gasosos

Narração

Localizado no disco da nossa galáxia espiral barrada, no braço espiral de Órion, o Sol é um dos 200 mil milhões de estrelas da Via Láctea. Juntamente com o sistema planetário completo, encontra-se a uns 27 ou 28 mil anos-luz do centro da galáxia, que tem um diâmetro de 50 mil anos-luz. O seu período de órbita completa é de aproximadamente 240 milhões de anos. A área estelar do Sistema Solar é bastante dispersa, estando as estrelas mais próximas, que são o sistema duplo da Proxima Centauri e Alfa Centauri, a uns 4,2 ou 4,4 anos-luz, e havendo apenas onze estrelas a dez anos-luz.

O Sistema Solar abrange o Sol e o conjunto de objetos astronómicos de diferentes massas que giram numa órbita à sua volta. O Sistema Solar é a área onde domina a gravidade do Sol, abrangendo uma esfera com um raio de aproximadamente 2 anos-luz, em cuja fronteira a gravidade do Sol é igual à das estrelas vizinhas. O Sistema Solar está repleto de vento solar, um fluxo constante de partículas carregadas de eletricidade.

Pertencem a este sistema os seguintes corpos celestes: Sol, planetas, as luas dos planetas, planetas anões e cometas, asteróides, meteoroides e pó cósmico. Em torno do Sol giram numa órbita oito planetas, seis dos quais têm luas, à exceção de Mercúrio e Vénus.

A ordem dos planetas segundo a sua distância em relação ao Sol é a seguinte: Mercúrio, Vénus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano e Neptuno. Os planetas dividem-se em dois grupos substancialmente diferentes: existem 4 planetas rochosos, denominados planetas terrestres, e 4 planetas gigantes gasosos, denominados planetas jovianos. Os planetas terrestres estão mais próximos do Sol. São mais pequenos e densos, giram mais lentamente, têm atmosferas mais finas e campos magnéticos mais fracos.

Todos os planetas orbitam o Sol praticamente no mesmo plano e na mesma direção. O seu movimento é ´direto´, ou seja, na direção contrária aos ponteiros do relógio, visto do pólo norte. Vénus e Urano são exceções, já que apresentam uma rotação em sentido inverso.

Também o Sol gira na mesma direção e é a sua gravidade que mantém os planetas na sua órbita elítica. A massa do Sol é 750 vezes maior que a massa total dos planetas. Entre estes também existe força da gravidade, pelo que se podem influenciar mutuamente no seu movimento. Além disso, as suas órbitas podem também sofrer alterações lentas e menores.

Sem contar com os planetas existem biliões de objetos astronómicos mais pequenos no Sistema Solar. Por toda a parte é possível encontrar asteroides, sendo que a órbita de alguns cruza a da Terra. No entanto, a maioria dos asteroides encontra-se em duas regiões diferentes, a saber, o cinturão interno de asteroides entre Marte e Júpiter, com pelo menos um milhão de asteroides com mais de um quilómetro, e o cinturão externo, denominado cinturão de Kuiper, que se encontra por detrás da órbita de Neptuno e que apresenta milhares de asteroides parecidos com Plutão, contendo muito gelo.

Desde 2006 que Plutão deixou de ser considerado um planeta. A Plutão e outros asteroides dá-se o nome de planetas anões. A órbita dos cometas difere bastante da dos outros corpos celestes, sendo elíticas e de plano diferente ao das dos outros planetas. Com um diâmetro entre 5 e 20 quilómetros, o núcleo gelado dos cometas transforma-se em gás ao aproximar-se do Sol. O vento solar faz com que a cauda dos cometas aponte na direção oposta ao Sol. Na região exterior do Sistema Solar, entre 0,5 e 2 anos-luz, na chamada Nuvem de Oort, há biliões de cometas a girar numa órbita.

Desde 1995 que têm vindo a ser descobertos planetas ou sistemas de planetas, denominados exoplanetas, em redor de centenas de estrelas. Na maioria dos casos, trata-se de gigantes gasosos que giram em torno de uma estrela, embora sem semelhanças com o nosso Sistema Solar.

Extras relacionados

A nossa vizinhança astronómica

Uma apresentação de planetas, estrelas e galáxias próximos.

Leis de Kepler do movimento planetário

As três importantes leis que descrevem o movimento planetário foram formuladas por Johannes Kepler.

Planetas, dimensões

Os planetas interiores do sistema solar são planetas terrestres, enquanto os exteriores são gigantes gasosos.

Via Láctea

O diâmetro da nossa galáxia é de cerca de 100 mil anos-luz, contendo mais de 100 bilhões de estrelas, uma das quais é o nosso Sol.

O desenvolvimento da mecânica celeste

Esta animação apresenta os estudos de astrónomos e físicos, cujas obras alteraram fundamentalmente a nossa visão do Universo.

O Sol

O diâmetro do Sol é cerca de 109 vezes maior que o da Terra. A maior parte da sua massa é composta por hidrogénio.

Urano

O gigante gasoso Urano é o sétimo planeta a contar do Sol.

Ausência de peso

Na sua trajetória, uma nave espacial está num constante estado de queda livre:

Cometas

Os cometas são corpos celestiais espetaculares que orbitam em torno da Terra.

Factos Astronómicos Interessantes

Esta animação apresenta vários factos interessantes na área da astronomia.

Júpiter

Júpiter é o maior planeta do Sistema Solar, com duas vezes e meia a massa de todos os outros planetas juntos.

Marte

Atualmente, procuram-se vestígios de água e vida em Marte.

Medição do Tempo

Os primeiros calendários e instrumentos de medição de tempo eram já usados nas antigas civilizações orientais.

Mercúrio

Mercúrio é o planeta mais próximo do Sol e o mais pequeno do Sistema Solar.

Missão Apollo 15 (veículo lunar)

A animação mostra o veículo lunar de dois lugares utilizado na Missão Apollo 15.

Neptuno

No Sistema Solar, Neptuno é o planeta mais distante do Sol e o mais pequeno dos gigantes gasosos.

O ciclo de vida do Sistema Solar

O Sol e os planetas formaram-se há 4.500 milhões de anos, após o colapso gravitacional de uma nuvem de poeira.

Oficina de Galileu Galilei

Os feitos científicos de Galileu Galilei deram um forte contributo para o avanço da física e da astronomia.

Saturno

Saturno é o segundo maior planeta do Sistema Solar, facilmente identificável pelos seus anéis.

Sistema de Plutão - Caronte

Caronte é o maior satélite de Plutão.

Sondas espaciais Voyager

As sondas espaciais Voyager foram os primeiros objectos feitos pelo homem a deixar o Sistema Solar. Recolhem dados sobre o espaço e levam informações sobre...

Terra

A Terra é um planeta rochoso com uma crosta sólida e oxigénio na sua atmosfera.

Vénus

Vénus é o segundo planeta a contar do Sol e objeto mais brilhante no céu noturno depois da Lua.

A Lua

A Lua é o único satélite natural da Terra.

Alunissagem: 20 de julho de 1969

Neil Armstrong, um dos tripulantes da Apollo 11, foi o primeiro homem a pisar a superfície da Lua.

Fases da Lua

Durante a sua órbita em torno da Terra, a visibilidade da sua parte iluminada muda constantemente.

Leis do movimento de Newton

Esta animação mostra as três leis do movimento de Isaac Newton que estabeleceram as bases da mecânica clássica.

Missão Dawn

O estudo de Ceres e Vesta ajudar-nos-á a saber mais acerca da história do Sistema Solar e de como se formaram os planetas rochosos.

O trajeto do Sol nos principais paralelos da Terra

O aparente movimento do Sol é a consequência da rotação da Terra em torno do seu eixo.

Telescópio espacial Hubble

O telescópio espacial Hubble orbita fora da influência da atmosfera terrestre.

Tipos de satélite

Os satélites que orbitam a Terra podem ser usados para fins civis ou militares.

A Missão Cassini-Huygens (1997-2017)

A sonda espacial Cassini explorou Saturno e as suas luas por cerca de 20 anos.

A missão New Horizons

A sonda espacial New Horizons foi lançada em 2006, com o objetivo de estudar Plutão e a Cintura de Kuiper.

EEI

A Estação Espacial Internacional é um satélite habitável, construído com a cooperação de 16 países.

Estrutura da Terra (nível intermédio)

A Terra é composta por várias camadas esféricas.

Exploração de Marte

Sondas espaciais e veículos exploradores investigam a estrutura de Marte e procuram vestígios da existência de vida.

Forças

A animação mostra como as forças agem em veículos com rodas e veículos com esquis.

Viagem de Yuri Gagarin ao espaço (1961)

Yuri Gagarin tornou-se o primeiro ser humano a viajar no espaço, em 12 de abril de 1961.

Added to your cart.