O teu carrinho de compras está vazio

Loja

Quantidade: 0

Total: 0,00

0

Motor radial

Motor radial

O motor radial utiliza-se sobretudo em aviões e helicópteros.

Física

Palavras-chave

motor radial, motor, motor de combustão interna, eixo, válvula, cilindro, pistão, vela de ignição, rotor, máquina térmica, avião, combustão, faísca, admissão, compressão, explosão, tempo de combustão, trabalho, ciclo, termodinâmica, física

Extras relacionados

Cenas

Motor radial

  • motor radial - Utilizam-se principalmente em aviões e helicópteros. Devido à disposição dos cilindros do motor, o motor é mais curto e o seu funcionamento cria memor vibração do que em motores nos quais os pistões estão dispostos em fila.

Motor

  • eixo principal - Os pistões movem-no, o que faz girar a hélice.
  • pistão - O seu movimento alternado sincronizado faz rodar o virabrequim.
  • válvulas - Coordenam a admissão da mistura de ar e combustível, bem como a exaustão dos gases de escape.

Cilindros

  • eixo principal - Os pistões movem-no, o que faz girar a hélice.
  • pistão - O seu movimento alternado sincronizado faz rodar o virabrequim.
  • válvulas - Coordenam a admissão da mistura de ar e combustível, bem como a exaustão dos gases de escape.

Funcionamento

  • cilindro - A combustão força o pistão a mover-se para baixo dentro do cilindro.
  • pistão - O seu movimento alternado faz rodar o virabrequim. A combustão do combustível faz com que se mova para baixo. Então, a inércia do virabrequim em rotação faz com que se mova para cima, depois para baixo e novamente para cima. Depois, segue-se uma nova ignição.
  • válvula de exaustão - A sua abertura e fecho são coordenados com o movimento do pistão. Abre-se no quarto tempo, quando o pistão a mover-se para cima expele os gases de escape.
  • válvula de admissão - A sua abertura e fecho são coordenados com o movimento do pistão. Abre-se no primeiro tempo, quando o pistão a mover-se para baixo cria uma diminuição na pressão dentro do cilindro, puxando a mistura de combustível e ar. O combustível usado nos motores radiais chama-se avgas.
  • vela de ignição - Inflama a mistura de ar e combustível. A mistura inflamada empurra o pistão para baixo.

1º tempo

  • cilindro - A combustão força o pistão a mover-se para baixo dentro do cilindro.
  • pistão - O seu movimento alternado faz rodar o virabrequim. A combustão do combustível faz com que se mova para baixo. Então, a inércia do virabrequim em rotação faz com que se mova para cima, depois para baixo e novamente para cima. Depois, segue-se uma nova ignição.
  • válvula de exaustão - A sua abertura e fecho são coordenados com o movimento do pistão. Abre-se no quarto tempo, quando o pistão a mover-se para cima expele os gases de escape.
  • válvula de admissão - A sua abertura e fecho são coordenados com o movimento do pistão. Abre-se no primeiro tempo, quando o pistão a mover-se para baixo cria uma diminuição na pressão dentro do cilindro, puxando a mistura de combustível e ar. O combustível usado nos motores radiais chama-se avgas.
  • vela de ignição - Inflama a mistura de ar e combustível. A mistura inflamada empurra o pistão para baixo.

2º tempo

  • cilindro - A combustão força o pistão a mover-se para baixo dentro do cilindro.
  • pistão - O seu movimento alternado faz rodar o virabrequim. A combustão do combustível faz com que se mova para baixo. Então, a inércia do virabrequim em rotação faz com que se mova para cima, depois para baixo e novamente para cima. Depois, segue-se uma nova ignição.
  • válvula de exaustão - A sua abertura e fecho são coordenados com o movimento do pistão. Abre-se no quarto tempo, quando o pistão a mover-se para cima expele os gases de escape.
  • válvula de admissão - A sua abertura e fecho são coordenados com o movimento do pistão. Abre-se no primeiro tempo, quando o pistão a mover-se para baixo cria uma diminuição na pressão dentro do cilindro, puxando a mistura de combustível e ar. O combustível usado nos motores radiais chama-se avgas.
  • vela de ignição - Inflama a mistura de ar e combustível. A mistura inflamada empurra o pistão para baixo.

3º tempo

  • cilindro - A combustão força o pistão a mover-se para baixo dentro do cilindro.
  • pistão - O seu movimento alternado faz rodar o virabrequim. A combustão do combustível faz com que se mova para baixo. Então, a inércia do virabrequim em rotação faz com que se mova para cima, depois para baixo e novamente para cima. Depois, segue-se uma nova ignição.
  • válvula de exaustão - A sua abertura e fecho são coordenados com o movimento do pistão. Abre-se no quarto tempo, quando o pistão a mover-se para cima expele os gases de escape.
  • válvula de admissão - A sua abertura e fecho são coordenados com o movimento do pistão. Abre-se no primeiro tempo, quando o pistão a mover-se para baixo cria uma diminuição na pressão dentro do cilindro, puxando a mistura de combustível e ar. O combustível usado nos motores radiais chama-se avgas.
  • vela de ignição - Inflama a mistura de ar e combustível. A mistura inflamada empurra o pistão para baixo.

4º tempo

  • cilindro - A combustão força o pistão a mover-se para baixo dentro do cilindro.
  • pistão - O seu movimento alternado faz rodar o virabrequim. A combustão do combustível faz com que se mova para baixo. Então, a inércia do virabrequim em rotação faz com que se mova para cima, depois para baixo e novamente para cima. Depois, segue-se uma nova ignição.
  • válvula de exaustão - A sua abertura e fecho são coordenados com o movimento do pistão. Abre-se no quarto tempo, quando o pistão a mover-se para cima expele os gases de escape.
  • válvula de admissão - A sua abertura e fecho são coordenados com o movimento do pistão. Abre-se no primeiro tempo, quando o pistão a mover-se para baixo cria uma diminuição na pressão dentro do cilindro, puxando a mistura de combustível e ar. O combustível usado nos motores radiais chama-se avgas.
  • vela de ignição - Inflama a mistura de ar e combustível. A mistura inflamada empurra o pistão para baixo.

Animação

Narração

Os motores radiais são usados principalmente em aviões e helicópteros. Devido à disposição dos cilindros, o motor é mais curto e o seu funcionamento cria menos vibrações do que em motores nos quais os pistões estão dispostos em fila.

A explosão do combustível força o pistão a mover-se para baixo, dentro do cilindro. O combustível usado em motores radiais chama-se avgas.

O primeiro tempo é a admissão. O pistão move-se para baixo, diminuindo a pressão no cilindro. A válvula de admissão abre-se e uma mistura de ar e combustível flui do carburador para o cilindro.

O segundo tempo é a compressão, durante a qual as válvulas de admissão e de escape estão fechadas. O impulso do virabrequim e do contrapeso faz com que o pistão se movimente para cima, comprimindo a mistura de ar e combustível, aumentando assim a temperatura.

O terceiro tempo é a combustão. A vela de ignição acende a mistura aquecida e comprimida de combustível e ar. A combustão empurra o pistão para baixo.

O quarto tempo é a exaustão. O pistão move-se para cima, a válvula de exaustão abre e os gases de escape são expelidos.

Como se pode ver, o movimento linear do pistão é convertido em movimento de rotação do virabrequim no motor. A energia necessária para mover o pistão é proporcionada pela combustão do combustível.

Extras relacionados

Motor Otto de quatro tempos

Esta animação apresenta o tipo de motor mais comumente utilizado em automóveis.

Vought F4U Corsair (Estados Unidos, 1944)

O caça naval Vought F4U Corsair, com motor radial, foi um dos mais proeminentes aviões norte-americanos durante a Segunda Guerra Mundial.

Motor de dois tempos

Um motor de dois tempos é um tipo de motor de combustão interna com um ciclo de apenas dois tempos.

Motor diesel

O engenheiro alemão Rudolf Diesel patenteou o motor diesel em 1893.

Motor wankel

Tipo de motor rotativo de elevada eficiência.

B-24 Liberator

O B-24 Liberator foi um bombardeiro pesado norteamericano, construído em grande número e utilizado em todas as frentes durante a Segunda Guerra Mundial.

B-17 Fortaleza Voadora (EUA, 1938)

A "Fortaleza Voadora" foi desenvolvida pela Boeing para a Força Aérea do Exército dos Estados Unidos.

Diagrama p-V-T para gases ideais

A relação entre a pressão, o volume e a temperatura dos gases ideais é descrita pelas leis dos gases.

Junkers JU-52 (1932)

A aeronave de transporte mais popular da Europa produzida antes da Segunda Guerra Mundial.

Máquina a vapor de James Watt (século XVIII)

A máquina a vapor elaborada pelo engenheiro escocês, com as suas várias possibilidades de uso, revolucionou a técnica.

Messerschmitt Bf 109 G (Alemanha, 1941)

Este avião de caça foi usado pela Força Aérea alemã durante a 2ª Guerra Mundial.

Mitsubishi A6M Zero (Japão, 1940)

O Mitsubishi japonês A6M, genericamente chamado de ´Zero´ pelos Aliados, foi um avião lendário da Segunda Guerra Mundial.

Motor stirling - motor de ar quente

Os motores stirling são também conhecidos como motores de combustão externa. Ao contrário dos motores de combustão interna (como por exemplo o motor otto),...

Supermarine Spitfire (Grã-Bretanha, 1938)

O "cuspidor de fogo" foi um lendário avião de caça monolugar britânico, usado na 2ª Guerra Mundial.

Added to your cart.