O teu carrinho de compras está vazio

Loja

Quantidade: 0

Total: 0,00

0

Marcos da escultura

Marcos da escultura

A animação mostra cinco extraordinárias obras da história da escultura.

Artes visuais

Palavras-chave

Discóbolo, Vénus, David, O Pensador, Míron, Alexandros, Afrodite, Miguel Ângelo, Rodin, Boccioni, estátua, escultura, artes visuais, história da arte, grego, Louvre, Museu Britânico, Florença, Nova Iorque, futurismo, impresszionizmus, Período helenístico, mármore, bronze, arte, obra de arte, mundialmente famoso, história

Extras relacionados

Cenas

Discóbolo (Lançador de Disco)

Discóbolo (Lançador de Disco)

Título: Discóbolo
Escultor: Míron (Míron de Eleutera)
Data da criação: século V a.C.
Material: bronze
Localização: o original foi perdido

O trabalho mais famoso deste escultor grego antigo, datando do Período Severo Grego, é uma escultura que retrata um jovem atleta no momento final do lançamento do disco.
Cumprindo com as regras da altura, o atleta está totalmente nu.
O corpo humano está bem proporcionado e os detalhes anatómicos são corretos. Apesar de fixada no momento, a escultura tem um efeito extraordinariamente dinâmico.
A escultura original foi perdida, assim como todos os outros trabalho de Míron. Hoje, podemos apenas encontrar réplicas em mármore, por exemplo no Museu Britânico ou no Museu Nacional Romano.

Vénus de Milo

Vénus de Milo

Título: Vénus de Milo
Escultor: Alexandros de Antioquia (?)
Data da criação: século II a.C.
Material: mármore
Localização: Museu do Louvre, Paris, França

É uma das mais famosas estátuas da Antiguidade, retratando a deusa grega do amor, Afrodite. O nome Vénus advém do nome romano da mesma deusa. O nome "Vénus de Milo" testemunha o local de descoberta da estátua.
Com mais de dois metros de altura, a estátua foi esculpida no final do Período Helenístico. A parte superior da deusa está desnuda enquanto a sua parte inferior está envolta num manto. Os seus braços não estão presentes. Originalmente, provavelmente segurava uma maçã dourada presenteada por Paris, Príncipe de Tróia.
A grande fama da estátua em mármore de Paros não advém somente da sua beleza, mas também da propaganda francesa do século XIX. Hoje, é ainda uma das mais famosas estátuas de Vénus.

David (Miguel Ângelo)

David (de Miguel Ângelo)

Titulo: David
Escultor: Miguel Ângleo Buonarroti
Data de criação: 1503
Material: mármore
Localização: Galeria da Academia, Florença, Itália

A escultura foi esculpida a partir de enormes blocos de mármore carrara, guardados no local da construção da Catedral de Florença. Em 1463, o comité que controlava a construção da catedral contratou o escultor Agostino di Duccio para criar a estátua de David, a figura bíblica. No entanto, ele apenas conseguiu começar a obra, e foi Miguel Ângelo quem mais tarde terminou o trabalho, no século XVI. Com mais de cinco metros de altura, a estátua é uma das mais famosas representações de David, sugerindo força e determinação. O peso de David está apoiado na perna direita, que está direita, enquanto a sua perna esquerda está numa posição obliqua. O rapaz está a segurar uma fisga na sua mão esquerda, que está sobredimensionada. A figura, anatomicamente correta, é dominada pela cabeça virada para a esquerda e pelo seu olhar severo.

O Pensador

O Pensador

Título: O Pensador (Le Penseur)
Escultor: François-Auguste-René Rodin
Data de criação: 1880
Material: bronze
Localização: Museu Rodin, Paris, França

Rodin é considerado por muitos como o pai da escultura moderna. Os seus trabalhos apresentam influências tanto do impressionismo como do simbolismo. Um dos mais famosos trabalhos de Rodin é "O Pensador". Inspirado pela Divina Comédia de Dante, o artista francês concebeu a estátua como uma das figuras da Porta do Inferno.
Apesar de Rodin usar formas de expressão das artes clássicas, o seu trabalho vai muito para além disso. Ele tentou expressar um intenso esforço mental. A postura dramática e todos os músculos da figura são sinais reveladores de enorme concentração. O esforço mental é quase palpável.

Formas Únicas de Continuidade no Espaço

Formas Únicas de Continuidade no Espaço

Título: Formas Únicas de Continuidade no Espaço (Forme uniche della continuità nello spazio)
Escultor: Umberto Boccioni
Data de criação: 1913
Material: bronze
Localização: Museu de Arte Moderna (Nova Iorque, EUA)

O artista italiano foi um dos expoentes do futurismo. Os seus trabalhos refletem a exploração do movimento que caracterizou esta tendência: simultaneidade, dinamismo, linhas de força e movimento físico. Na sua opinião, todos os objetos aspiram, em todas as direções, ao infinito. Em vez de criar figuras estáticas e bem balançadas, Boccioni tentou expressar velocidade e falta de harmonia. A insaciável sensação de movimento aparece não só nas suas pinturas, mas também nas suas esculturas. A "Formas Únicas de Continuidade no Espaço" constitui-se também como uma arrojada e excecional tentativa de reprodução de movimento no espaço, de forma realista, através da representação de passadas largas usando o dinamismo dos músculos.

Animação

Narração

Ao longo de todos os períodos da história, a arte sempre refletiu o pensamento, desejos e sentimentos dos artistas. Todas as formas individuais de expressão partilham seguramente um conteúdo universal comum.

O Discóbolo ou o Lançador de Disco é uma estátua criada no século V a. C., durante o Período Severo da escultura grega. A estátua original de bronze é uma das mais famosas de Míron. A escultura representa um jovem atleta no momento culminante do lançamento do disco. Os pormenores do corpo humano estão anatomicamente corretos, mas infelizmente a escultura original perdeu-se. Atualmente podem apenas ser admiradas cópias posteriores em mármore, como por exemplo no Museu Britânico ou no Museo Nazionale em Roma.

Criada no século II a.C., a Vénus de Milo é uma das estátuas mais proeminentes do Período Helenístico. O nome Milo refere-se à pequena ilha grega onde a estátua foi descoberta. A escultura é considerada uma das mais famosas estátuas de Vénus do mundo. Feita em mármore, tem a particularidade de lhe faltarem os braços. Originalmente, é provável que estivesse a segurar numa das mãos uma maçã dourada, oferecida por Páris, o príncipe de Troia.

À semelhança da deusa do amor, a figura de David sempre foi popular entre os escultores. Uma das mais famosas representações de David foi da autoria de Miguel Ângelo, um dos mestres do Renascimento. A colossal estátua foi esculpida em mármore de Carrara no início do século XVI. O trabalho do artista revela rigor anatómico.

Uma das obras do escultor francês Rodin intitula-se O Pensador e foi esculpida na segunda metade do século XIX. Representando Adão, a figura apresenta traços tanto do impressionismo como do simbolismo, estilos que influenciaram o artista. A obra fazia originalmente parte de uma comissão maior, a saber, a criação das portas do Inferno. A admirável estátua de bronze torna palpável o próprio esforço de pensar.

A escultura de bronze de Umberto Boccioni, artista futurista, é o perfeito exemplo da exploração do movimento que caracterizou esse período artístico. Formas Únicas de Continuidade no Espaço é uma tentativa bem-sucedida de transmitir a dinâmica do movimento. Criada em vésperas da Primeira Guerra Mundial, a escultura representa uma figura a caminhar, mas em vez de criar uma figura estática e equilibrada, Boccioni optou por transmitir velocidade e falta de harmonia.

Extras relacionados

Apoxiomenos

A característica estátua grega antiga foi encontrada no fundo do Mar Adriático.

Estatuetas de Vénus

Estas estatuetas paleolíticas simbolizam provavelmente a fertilidade e a prosperidade.

Ivan Meštrović: História dos Croatas

Uma das mais famosas obras do escultor croata representa uma mulher num traje tradicional.

Arquitetura Arte Nova (Szeged, Hungria)

Um dos mais belos edifícios Arte Nova na Hungria

Deuses gregos

Na mitologia grega antiga, os deuses olímpicos eram tão diversos quanto os seres humanos.

Estátua da Liberdade (Nova Iorque, 1886)

A estátua foi oferecida pelos franceses aos EUA, no centenário da comemoração da independência americana.

Micenas (2º milénio a.C.)

Com a sua cultura avançada, esta cidade foi o primeiro povoamento na história a ter uma cidadela.

O Cavaleiro de Madara

Relevo esculpido em pedra, situado no nordeste da Bulgária e provavelmente feito em finais do século VII.

Praça da Catedral (Szeged, Hungria)

A igreja votiva de Szeged, cidade situada na grande planície húngara, destaca-se dos edifícios desta famosa praça da cidade, em cujas arcadas se pode...

Teatro grego antigo (Teatro de Dionísio, Atenas, século IV a.C.)

Com uma forma característica e excelente acústica, o teatro estava situado ao lado da Acrópole em Atenas.

Teatro Olimpico (Vicenza, século XVI)

O primeiro teatro coberto da história moderna, construído seguindo os padrões de construção da Antiguidade, foi inaugurado em 1585.

Torre inclinada de Pisa (século XIV)

O campanário medieval da Catedral de Pisa é a mais famosa torre inclinada do mundo.

Maravilhas do Mundo Antigo

As Pirâmides de Gizé são a única maravilha do Mundo Antigo ainda hoje intacta.

Moai (Ilha de Páscoa, século XVI)

Esta ilha do Oceano Pacífico é famosa pelas suas incomparáveis figuras humanas monolíticas.

Olímpia (século V a.C.)

Realizados em Olímpia de quatro em quatro anos a partir de 776 a.C., os Jogos Olímpicos fizeram da cidade um dos centros da Grécia antiga.

Acrópole (Atenas, século V a.C.)

A Acrópole é talvez a cidadela mais famosa do mundo e foi construída na época da paz de Péricles.

Cerâmica da Grécia Antiga

As obras de arte de cerâmica da Grécia Antiga são importantes artefactos arqueológicos.

O ateliê de Leonardo da Vinci (Florença, século XVI)

Visite o ateliê do polímata renascentista, com as suas importantes invenções e obras de arte.

Tipos de colunas gregas antigas

As ordens de colunas dórica, jónica e coríntia são diferentes em tamanho e ornamentação.

Added to your cart.