O teu carrinho de compras está vazio

Loja

Quantidade: 0

Total: 0,00

0

Funcionamento dos poços de petróleo

Funcionamento dos poços de petróleo

Maquinaria que bombeia o crude para a superfície.

Geografia

Palavras-chave

poço de petróleo, petróleo, campo petrolífero, plataforma de petróleo, viga galopante, bomba de vareta, formação do petróleo, jazida de petróleo, fonte de energia, hidrocarbonetos, fóssil, energia, matéria-prima, transporte, recurso mineral, geografia

Extras relacionados

Cenas

Poços de petróleo

  • plataforma petrolífera - As plataformas petrolíferas são utilizadas para fazer furos para identificar as propriedades e conteúdos das armadilhas a profundidades de vários milhares de metros, assim como para extrair o seu conteúdo.
  • bomba - Utiliza-se para extrair o petróleo.
  • gerador - Providencia energia eléctrica no local d perfuração.
  • tanque a diesel - É onde se armazena o combustível necessário para o funcionamento dos geradores.
  • coluna de perfuração - São tubos de aço com paredes grossas.
  • pendente - É utilizado para subir os tubos de perfuração na plataforma petrolífera.
  • depósito de lama - Também se chama poço de lama. Aqui se armazena o fluido de perfuração. Bombeia-se o fluido de perfuração ao poço pela mangueira de lama. A pressão impede que a perfuração colapse. Também ajuda a levar os detridos da perfuração para a superfície.
  • bomba de lama - Circula o fluido de perfuração.
  • depósito de produto - Armazena as substâncias obtidas do poço (mistura de petróleo, água e gás).
  • chama de segurança - É um aparelho de segurança que serve para a combustão segura dos gases.

Como o crude se acumula nas rochas sedimentárias porosas, é necessário extraí-lo daí. Se a perfuração de um poço petrolífero for bem sucedida, a pressão do gás natural armazenado junto do petróleo empurra-o para a superfície. Nos casos em que a pressão for menor, uma bomba bombeia o petróleo para a superfície. Quando um poço é abandonado, é selado com uma tampa.

Plataforma petrolífera

  • piso de perfuração - Os tubos de perfuração são montados aqui, enquanto que o jarro penetra a profundidade.
  • roldanas - É uma grua de grande capacidade de carga que funciona com um sistema de polia vertical. É utilizado para subir os tubos.
  • mangueira de lama - Corre dentro do jarro de perfuração. O fluido de perfuração é bombeado para o poço através da mangueira. A pressão impede que a perfuração colapse; serve também para levar os detritos de perfuração à superfície e mantém o perfurador frio. Depois de ser tratado, volta a bombear o sistema.
  • preventor de ruptura - Serve para impedir erupções e é montado na cabeça do poço. Permite que o poço seja fechado, se necessário.
  • cabina do condutor - Opera-se a plataforma a partir desta cabine.
  • broca - É um aparelho que tritura as rochas. É de aço ou diamante industrial.

Bomba

  • motor - Acciona a bomba.
  • vigas galopantes - É uma vareta que balanceia.
  • cabeça do poço - Os produtos extraídos atingem a superfície aqui.
  • tubo de petróleo - Os produtos extraídos são transportados para a superfície através deste tubo.
  • pistão - Serve para bombear os produtos extraídos à superfície e é accionado pelas vigas galopantes.

Formação de crude

  • camada impermeável - É uma camada de rocha impermeável. O gás natural e o crude são apanhados debaixo desta camada.
  • rocha porosa de depósito - Contém o crude e o gás natural.
  • crude
  • gás natural - Devido à sua densidade mais baixa, situa-se por cima do crude.
  • organismos marinhos - O petróleo e o gás natural formam-se devido à morte de enormes quantidades de organismos marinhos graças a condições desfavoráveis. Durante vários milhões de anos, estas camadas fundiram-se a uma profundidade de vários milhares de metros. Ao ser isolados de oxigénio, converteram-se em crude e gás natural devido à combinação de temperaturas e pressões altas.

O crude e o gás natural são hidrocarbonetos, o que significa que são compostos de carbono e hidrogénio. Os hidrocarbonetos fomaram-se devido à morte de enormes quantidades de organismos marinhos, principalmente algas, graças a condições desfavoráveis. Estes organismos enterraram-se debaixo do leito marinho.

Durante milhões de anos, devido a movimentos substanciais na crosta terrestre, estas capas sedimentárias fundiram-se a uma profundidade de milhares de metros. Ao ser isolados de oxigénio, converteram-se em crude e gás natural devido à combinação de temperaturas e pressões altas.

Devido à pressão alta e densidade baixa nas zonas profundas, o crude e o gás natural começaram a ascender até ficarem presos abaixo da camada impermeável. Acumularam-se ali em depósitos que contêm rochas fracturadas.

O lugar onde se acumula o crude e o gás natural chama-se armadilha. A densidade do crude e do gás natural é menor que a da água. Por esta razão, encontra-se água no fundo, crude no centro e gás natural na parte superior da armadilha.

Animação

  • plataforma petrolífera - As plataformas petrolíferas são utilizadas para fazer furos para identificar as propriedades e conteúdos das armadilhas a profundidades de vários milhares de metros, assim como para extrair o seu conteúdo.
  • bomba - Utiliza-se para extrair o petróleo.
  • gerador - Providencia energia eléctrica no local d perfuração.
  • tanque a diesel - É onde se armazena o combustível necessário para o funcionamento dos geradores.
  • coluna de perfuração - São tubos de aço com paredes grossas.
  • pendente - É utilizado para subir os tubos de perfuração na plataforma petrolífera.
  • depósito de lama - Também se chama poço de lama. Aqui se armazena o fluido de perfuração. Bombeia-se o fluido de perfuração ao poço pela mangueira de lama. A pressão impede que a perfuração colapse. Também ajuda a levar os detridos da perfuração para a superfície.
  • bomba de lama - Circula o fluido de perfuração.
  • depósito de produto - Armazena as substâncias obtidas do poço (mistura de petróleo, água e gás).
  • chama de segurança - É um aparelho de segurança que serve para a combustão segura dos gases.
  • piso de perfuração - Os tubos de perfuração são montados aqui, enquanto que o jarro penetra a profundidade.
  • roldanas - É uma grua de grande capacidade de carga que funciona com um sistema de polia vertical. É utilizado para subir os tubos.
  • mangueira de lama - Corre dentro do jarro de perfuração. O fluido de perfuração é bombeado para o poço através da mangueira. A pressão impede que a perfuração colapse; serve também para levar os detritos de perfuração à superfície e mantém o perfurador frio. Depois de ser tratado, volta a bombear o sistema.
  • preventor de ruptura - Serve para impedir erupções e é montado na cabeça do poço. Permite que o poço seja fechado, se necessário.
  • cabina do condutor - Opera-se a plataforma a partir desta cabine.
  • broca - É um aparelho que tritura as rochas. É de aço ou diamante industrial.
  • motor - Acciona a bomba.
  • vigas galopantes - É uma vareta que balanceia.
  • cabeça do poço - Os produtos extraídos atingem a superfície aqui.
  • tubo de petróleo - Os produtos extraídos são transportados para a superfície através deste tubo.
  • pistão - Serve para bombear os produtos extraídos à superfície e é accionado pelas vigas galopantes.
  • camada impermeável - É uma camada de rocha impermeável. O gás natural e o crude são apanhados debaixo desta camada.
  • rocha porosa de depósito - Contém o crude e o gás natural.
  • crude
  • gás natural - Devido à sua densidade mais baixa, situa-se por cima do crude.
  • organismos marinhos - O petróleo e o gás natural formam-se devido à morte de enormes quantidades de organismos marinhos graças a condições desfavoráveis. Durante vários milhões de anos, estas camadas fundiram-se a uma profundidade de vários milhares de metros. Ao ser isolados de oxigénio, converteram-se em crude e gás natural devido à combinação de temperaturas e pressões altas.

Narração

O crude e o gás natural são hidrocarbonetos, ou seja, compostos de carbono e hidrogénio. Os hidrocarbonetos formaram-se a partir da morte de enormes quantidades de organismos marinhos, principalmente algas, devido a condições desfavoráveis. Estes organismos enterraram-se debaixo do leito marinho. Durante milhões de anos, devido a movimentos substanciais na crosta terrestre, estas capas sedimentárias fundiram-se a uma profundidade de milhares de metros. Ao ser isolados de oxigénio, converteram-se em crude e gás natural devido à combinação de temperaturas e pressões altas.

Devido à pressão alta e densidade baixa nas zonas profundas, o crude e o gás natural começaram a ascender até ficarem presos abaixo da camada impermeável. Acumularam-se ali em depósitos que contêm rochas fracturadas.
O lugar onde se acumula o crude e o gás natural chama-se armadilha. A densidade do crude e do gás natural é menor que a da água. Por esta razão, encontra-se água no fundo, crude no centro e gás natural na parte superior da armadilha.

O primeiro passo na exploração dos depósitos é designar o lugar onde deve ser realizada a perfuração exploratória; isto é feito através de mapeamento geográfico e medições geofísicas. Assim se estabelece a plataforma petrolífera para determinar as propriedades verdadeiras e os conteúdos das camadas a uma profundidade de milhares de metros.

As plataformas petrolíferas são gruas de grande capacidade com sistema de polias. Devem ser altas para poder segurar os perfuradores. O fluido de perfuração bombeia-se em direcção ao poço através da mangueira de lama para manter o perfurador frio, levar os detritos para a superfície e impedir que a perfuração colapse.
Depois de tratamento adequado, o fluido de perfuração volta a introduzir-se no sistema. Os preventores de ruptura do poço estão instalados na cabeça do poço para impedir erupções; isto permite que o poço seja fechado, caso necessário.

As colunas de perfuração giram através de motores na superfície. O perfurador situado no final dos jarros rompe as formações de rochas, permitindo penetrações a maiores profundidades. A perfuração completa-se depois de determinar a profundidade do poço baseado na informação adquirida. Para determinar a extensão do depósito de petróleo, é necessário realizar perfurações exploratórias adicionais. As dimensões dos poços petrolíferos calculam-se com base nestas perfurações. Se a exploração de petróleo for considerada económica, instala-se uma plataforma petrolífera sobre as perfurações e pode começar a produção.

Na fase inicial da produção, a pressão do gás natural é suficiente para empurrar o petróleo até à superfície. No entanto, este método é suficiente para extrair entre 10-20% dos depósitos de petróleo. Depois das redução da pressão, as bombas são utilizadas para bombear o petróleo para a superfície.

A bomba de pistão funciona por meio de jarros em vigas galopantes. O pistão bombeia o petróleo para a superfície.

As plataformas petrolíferas geralmente produzem petróleo, água e gás; estes materiais só são separados depois de subirem à superfície.

Extras relacionados

Plataforma petrolífera

Um longo tubo no centro da torre penetra no fundo do oceano até alcançar a camada que contém petróleo.

Refinaria de petróleo

Entre os produtos provenientes do petróleo refinado, incluem-se o gasóleo, a gasolina e os lubrificantes.

Efeito de estufa

A atividade humana aumenta o efeito de estufa e conduz ao aquecimento global.

Extração mineira durante a Revolução Industrial

No final do século XVIII, verificou-se uma expansão na atividade mineira, devido à grande necessidade de matérias-primas para a indústria que então se...

Poluição do ar

Esta animação mostra as principais fontes de poluição do ar: agrícola, industrial e urbana.

Balança de torção

A força pode ser medida avaliando a torção do fio numa balança de torção.

Casa sem emissões de dióxido de carbono

O desenho e a estrutura das casas modernas desempenha um papel importante na proteção ambiental

Central termoelétrica (combustível hidrocarbónico)

As centrais termoelétricas convertem em eletricidade a energia libertada durante a combustão de combustíveis fósseis ou recursos naturais.

Exploração de gás natural no mar (Noruega)

Troll A é nome da maior plataforma de gás natural no mar. Ergue-se 170 metros acima do nível da água, pesa 656.000 toneladas e a sua altura total é de 472...

Gás de xisto

Esta animação explica a tecnologia da extração do gás de xisto.

Petroleiro

Os petroleiros apareceram no fim do século XIX e hoje pertencem ao grupo dos navios de maior porte.

Rede de abastecimento de energia elétrica

O objetivo da rede de abastecimento de energia elétrica é fornecer eletricidade aos consumidores.

Mina a céu aberto

Ao contrário das minas subterrâneas, nas minas a céu aberto são removidas camadas de terra para que o carvão seja extraído à superfície.

Mineração subterrânea de carvão

Ao contrário das minas a céu aberto, nas minas subterrâneas não são removidas camadas de terra e o carvão é extraído de poços.

Motor de dois tempos

Um motor de dois tempos é um tipo de motor de combustão interna com um ciclo de apenas dois tempos.

Motor diesel

O engenheiro alemão Rudolf Diesel patenteou o motor diesel em 1893.

Motor Otto de quatro tempos

Esta animação apresenta o tipo de motor mais comumente utilizado em automóveis.

Motor wankel

Tipo de motor rotativo de elevada eficiência.

Veículos ecológicos

A combinação de um sistema de propulsão de um convencional motor de combustão interna com um sistema de propulsão eléctrica reduz as emissões.

Bombas de sucção e de ação direta

As bombas de sucção e de ação direta estão entre as mais simples bombas de água.

Added to your cart.