O teu carrinho de compras está vazio

Loja

Quantidade: 0

Total: 0,00

0

Fauna e Flora carbonífera

Fauna e Flora carbonífera

Esta animação apresenta animais e plantas, muitos dos quais viviam no período entre o Devoniano e o Permiano (há 358-299 milhões de anos).

Biologia

Palavras-chave

criatura pré-histórica, história da Terra, karbon, época geológica, fóssil, extinto, meganeura, arthropleura, acantostega, edaphosaurus, sigillaria, calamitas, feto arbóreo, cordaites, Devónico, Permiano, carvão, petróleo, sinápsidas, feto, centopeia, flora, fauna, herbívoro, flora e fauna, artrópodes, artrópode, vertebrado, biologia, animal

Extras relacionados

Cenas

Fauna e Flora

Meganeura

  • Meganeura monyi
  • cabeça
  • tórax
  • abdómen alargado
  • olho composto
  • mandíbulas mastigadoras
  • 3 pares de patas
  • asa transparente
  • envergadura máxima: 65 cm

Meganeura

O Meganeura monyi é o maior inseto voador que já viveu na Terra. A sua envergadura podia alcançar os 65 cm.

Assemelhava-se às atuais libélulas, mas era muito maior do que elas. Existem várias teorias para explicar o tamanho enorme do inseto. Segundo uma delas, devia-se ao alto teor de oxigénio (35%) da atmosfera no período carbonífero.

Este inseto predador podia até caçar pequenos anfíbios. Até agora, foram encontrados fósseis deste espécime na França e na Inglaterra.

Arthropleura

  • Arthropleura
  • cabeça
  • antena
  • corpo composto por segmentos idênticos
  • pata articulada
  • longitude máxima: 2 m

Arthropleura

Arthropleura é um tipo de artrópodes que viveu nas atuais América do Norte e Escócia durante o período carbonífero. As espécies de Arthropleura são antepassados das centopeias e dos diplópodes.

Eram os maiores artrópodes que viveram na Terra. Alguns deles podiam atingir um comprimento de até 2,3 metros. Isto deveu-se ao alto teor de oxigénio da atmosfera e à falta de predadores terrestres vertebrados. A sua mandíbula fossilizada ainda não foi encontrada, mas assume-se que estes enormes animais eram herbívoros.

Acanthostega

  • Acanthostega gunnari
  • cabeça achatada e larga
  • pata pouco desenvolvida (com 8 dedos)
  • barbatana caudal com raios de barbatana
  • comprimento: 50-55 cm

Acanthostega

O Acanthostega gunnari esteve entre os primeiros animais vertebrados com quatro membros. Tinha brânquias e pulmões.

O animal podia atingir um comprimento de até 60 cm. Os seus fósseis foram encontrados nos sedimentos fossilizados de rios. Tinha dois pares de membros pouco desenvolvidos e semelhantes uns aos outros em estrutura, sem articulações de pulso nem de tornozelo, o que tornava a sua locomoção em terra muito difícil. Por conseguinte, assume-se que o Acanthostega gunnari raramente se deslocava em terra, e que passava a maior parte do tempo dentro de água.

Edaphosaurus

  • Edaphosaurus
  • cabeça pequena
  • vela dorsal
  • pata curta e forte
  • comprimento: 2-3 m

Edaphosaurus

Este sinapsídeo (réptil semelhante aos mamíferos) pertence aos primeiros herbívoros conhecidos que existiram na Terra. Podia atingir um comprimento de até 3,5 metros.
O Edaphosaurus tinha um corpo largo e uma cauda grossa. O seu crânio era relativamente largo mas curto, e em comparação com o seu corpo, era pequeno. Tinha uma vela, isto é, uma membrana arqueada sobre a pele das costas, apoiada pelas vértebras. Os seus fósseis foram encontrados nos Estados Unidos, na República Checa e na Alemanha.

Animais pré-históricos

  • Edaphosaurus
  • Meganeura monyi
  • Arthropleura
  • Acanthostega gunnari

Vegetação

  • cordaites - É um género extinto e antepassado das coníferas hoje existentes. Podia crescer até aos 30 metros de altura e era uma das árvores mais altas do Paleozóico.
  • calamitas - Este género extinto foi a maior variante da cavalinha que existiu. Podia crescer até aos 30 metros de altura.
  • sigillaria - É um género extinto das licófitas. Esta planta de altura compreendida entre os 20 e os 30 metros vivia nas áreas pantanosas e o seu tronco bifurcado estava coberto de resíduos de folhas caídas. Tinha folhas semelhantes a relva.
  • feto arbóreo - Este feto podia crescer até aos 20 metros de altura. Hoje ainda existem espécies da família desta planta com a mesma altura e forma.

Animação

  • Meganeura monyi
  • olho composto
  • mandíbulas mastigadoras
  • 3 pares de patas
  • asa transparente
  • envergadura máxima: 65 cm
  • Arthropleura
  • cabeça
  • antena
  • corpo composto por segmentos idênticos
  • pata articulada
  • longitude máxima: 2 m
  • Acanthostega gunnari
  • cabeça achatada e larga
  • pata pouco desenvolvida (com 8 dedos)
  • barbatana caudal com raios de barbatana
  • comprimento: 50-55 cm
  • Edaphosaurus
  • cabeça pequena
  • vela dorsal
  • pata curta e forte
  • comprimento: 2-3 m

Extras relacionados

Deriva continental na escala de tempo geológica

Ao longo da história da Terra, os continentes estão em constante movimento.

Amonites

Grupo extinto de cefalópodes, com sólidos esqueletos externos, constituindo excelentes fósseis-índices.

Ichthyostega

Anfíbio pré-histórico, representante dos tetrápodes que se extinguiram há 360 milhões de anos.

Monstros do Paleozoico: Euriptéridos, escorpiões marinhos

Hoje extintos, estes animais da era paleozoica eram artrópodes aquáticos predadores.

Tiktaalik

Forma de transição entre os peixes e os tetrápodes (vertebrados de quatro patas).

Trilobites

Estes antepassados dos aracnídeos e dos crustáceos pertenciam à classe dos trilobites.

Apatossauro

Dinossauro herbívoro de pescoço comprido e corpo robusto.

Arqueopterix

O Arqueopterix tinha características tanto de aves quanto de répteis. Foi provavelmente o ancestral dos pássaros.

Deinonico

O Deinonico, cujo nome significa 'garra terrível', era um dos dinossauros carnívoros dromeossaurídeos.

Escolopendra

Esta cena 3D apresenta uma espécie de centopeia, distribuída no região do Mediterrânio.

Estegossauro

Tipo de réptil pré-histórico, com placas ósseas nas costas que ajudavam a regulação térmica.

Glaciação

A última Idade do Gelo terminou há cerca de 13 mil anos.

Homo erectus

O "homem ereto" usava ferramentas e sabia como acender fogueiras.

Ictiossauro

Dinossauros marinhos semelhantes aos golfinhos; um bom exemplo de evolução convergente.

Mamute-lanoso

Proboscídeos extintos, da família próxima dos atuais elefantes e frequentemente caçados pelo homem pré-histórico.

Placas tectónicas

As placas tectónicas podem mover-se umas em relação às outras.

Pteranodon longiceps

Réptil voador pré-histórico, muito semelhante às aves, embora não haja uma ligação direta entre as duas espécies.

Refinaria de petróleo

Entre os produtos provenientes do petróleo refinado, incluem-se o gasóleo, a gasolina e os lubrificantes.

Tyrannosaurus rex (‘lagarto tirano’)

Carnívoros de grandes dimensões, talvez os mais conhecidos de todos os dinossauros.

Tricerátopo

Tipo de dinossauro herbívoro, que habitou durante o Período Cretáceo, facilmente identificável pelo grande folho ósseo e pelos seus três chifres.

Vida no período Pérmico

Esta cena 3D apresenta a flora e fauna do último período da Era Paleozóica.

Evolução cerebral dos vertebrados

Durante a evolução dos vertebrados, ocorreram alterações no desenvolvimento relativo de algumas zonas do cérebro.

Added to your cart.