O teu carrinho de compras está vazio

Loja

Quantidade: 0

Total: 0,00

0

Enzimas

As enzimas são moléculas de proteínas que catalisam reações bioquímicas cuja atividade pode ser regulada.

Biologia

Palavras-chave

enzima, proteína enzimática, centro ativo, substrato, produto, inibição, ativação, ponto de inibição alostérica, sítio de ativação alostérica, coenzima, NADH, NADPH, FADH₂, acetilcoenzima A, ATP, catalisador, bioquímica, biologia

Extras relacionados

Cenas

Reação

  • proteína enzimática
  • centro ativo
  • substrato
  • produto

Inibição

  • inibidor

Ativação

  • sítio de ativação alostérica
  • ativador

Enzimas

  • proteína enzimática
  • centro ativo
  • substrato

Narração

As enzimas são catalisadores: catalisam as reações bioquímicas e aceleram-nas vários milhões de vezes, reduzindo a energia de ativação. Os catalisadores não são usados ​​na reação.

Quando dois substratos são unidos, as moléculas do substrato ligam-se ao centro ativo da enzima que catalisa a reação e assim a enzima ajuda a formar uma ligação entre eles. Sem uma enzima esta reação raramente ocorre, tendo os substratos que colidir numa certa formação espacial, com uma grande quantidade de energia.

Quando uma molécula do substrato é desagregada, liga-se ao centro ativo da proteína da enzima. A enzima desagrega o substrato. A ligação covalente é forte e raramente se quebra espontaneamente. As enzimas são necessárias para acelerar a reação.

A chave para a regulação do mecanismo das enzimas é a inibição.

Um tipo de inibição envolve um inibidor de ligação no centro ativo, ou seja, que compete com o substrato. Isto é chamado de inibição competitiva.

Outro tipo de inibição é a inibição alostérica. O inibidor liga-se ao ponto de inibição alostérica, o que provoca uma alteração no centro ativo, impedindo-o de se ligar ao substrato.

A ativação alostérica é o oposto da inibição alostérica. No seu estado padrão, sem um ativador, a enzima é inativa. Quando um ativador se liga ao ponto de ativação alostérica, esta altera a estrutura espacial do centro ativo, o que lhe permite ligar-se aos substratos e catalisar a reação.

As coenzimas são moléculas que se transformam durante a reação enzimática, libertando ou aceitando certas substâncias. Quando a reação termina, a coenzima fica solta. Coenzimas importantes são o NADH, NADPH, acetil- CoA, FADH2, ATP e vitaminas.

Extras relacionados

Edição de genoma

A edição de genoma é um tipo de engenharia genética que resulta na modificação de uma...

A estrutura das células procarióticas e eucarióticas

Existem dois tipos básicos de células: células procarióticas e eucarióticas.

Coenzima A

Trata-se de uma coenzima que desempenha um importante papel em certas reações enzimáticas...

Bactérias (esferas, bastonetes, espirais)

As bactérias têm uma grande variedade de formas, entre elas esferas, bastonetes e espirais.

Células animais e vegetais, organelas celulares

As células eucarióticas contêm muitas organelas.

Processos de transporte celular

Esta animação explica os processos de transporte ativo e passivo através de membranas...

Qual o tamanho das bactérias?

Esta lição apresenta a estrutura e a classificação das bactérias, bem como o seu papel na...

Clorofila

A clorofila é um pigmento verde que se encontra nas plantas e que desempenha um...

Added to your cart.