O teu carrinho de compras está vazio

Loja

Quantidade: 0

Total: 0,00

0

Ciclo do carbono

Ciclo do carbono

Durante a fotossíntese, o carbono fica retido em matéria orgânica, sendo libertado para a atmosfera durante a respiração.

Geografia

Palavras-chave

carvão, ciclo, dióxido de carbono, ligação de carbono, emissão de carbono, fotossíntese, produção de energia, decomposição, respiração, desagregação, combustão, compostos de carbono, sedimentos com conteúdo de carbono, hidrocarbonetos, animal, planta, solo, metano, carbonatos, hidrogenocarbonatos, vulcão, organismo, biologia, geografia

Extras relacionados

Cenas

Ciclo do carbono

  • emissão
  • fixação
  • armazenamento

Definição dos termos:

Carbono: elemento químico com o símbolo C e número atómico 6. O carbono é conhecido e é usado desde a antiguidade. Na natureza ocorre tanto na sua forma elementar como ligado quimicamente. A maioria do carbono encontra-se na forma ligada como carbonato mineral (ex. calcário, magnesite, dolomite). Na água encontra-se como carbonato dissolvido e bicarbonato. O carbono natural é maioritariamente orgânico. O carvão não é uma forma elementar de carbono mas antes uma mistura de compostos de carbono. O petróleo e gás natural são maioritariamente constituídos por diferentes compostos de hidrocarbonetos. O diamante é feito de carbono organizado numa estrutura cristalina encontrado em rochas vulcânicas. O dióxido de carbono está presente na atmosfera em quantidades substanciais. O carbono é também um dos componentes da matéria orgânica dos organismos vivos.

Fotossíntese: os processos da vida no interior das plantas, algas e de certas bactérias em que a matéria inorgânica é convertida em matéria orgânica pela energia da luz do Sol.

Autotróficos: organismos que produzem compostos orgânicos a partir de matéria inorgânica (dióxido de carbono, água, iões). Autotróficos incluem as plantas, que utilizam o dióxido de carbono atmosférico através da fotossíntese.

Heterotróficos: organismos vivos que obtêm a matéria orgânica para produzirem a sua própria matéria orgânica. Heterotróficos inclui os reinos Animalia e Fungi.

Efeito de estufa: a retenção de calor pela atmosfera. A radiação solar é re-irradiada desde a superfície até à atmosfera. Uma parte da energia re-irradiada não consegue escapar da atmosfera devido à "parede", os gases de efeito de estufa, que não a permitem escapar. Esta porção da energia é assim re-irradiada para a superfície do planeta. Sem este fenómeno, a temperatura média na Terra seria à volta de 40ºC mais baixa. Devido à actividade humana, os níveis de dióxido de carbono aumentaram, o que contribui para a emissão de gases de efeito de estufa e pode causar aquecimento global.

Animação

  • fotossíntese - Os processos da vida em plantas, algas e certas bactérias que convertem a matéria inorgânica em matéria orgânica utilizando a energia da luz do Sol.
  • plantas cultivadas
  • vegetação natural
  • vegetação aquática
  • radiação solar
  • rochas carbonatadas (calcário, dolomite)
  • solo (detritos, material orgânico em decomposição)
  • sedimentos com conteúdo de carbono
  • água (carbonatos dissolvidos e carbonatos hidratados)
  • atmosfera (dióxido de carbono, metano)
  • carvão
  • hidrocarboneto
  • organismos vivos
  • respiração
  • meteorização
  • combustão
  • erupção vulcanica
  • emissão industrial
  • emissão do tráfego
  • emissão agricultural
  • combustão
  • fotossíntese
  • emissão de CO₂
  • ingestão
  • decomposição
  • alguns dias – dezenas de milhares de anos
  • atividade vulcânica
  • chuva ácida
  • filtração
  • formação de carbono e de hidrocarbonatos
  • decomposição de corais e plânctones
  • decomposição
  • rochas carbonatadas
  • magmatismo
  • emissão de CO₂
  • tectónica de placas
  • milhões de anos
  • emissão do tráfego
  • emissão industrial
  • queima de carbono e de hidrocarbonatos
  • erosão do solo
  • fotossíntese
  • emissão agricultural
  • desflorestação
  • emissão
  • fixação
  • armazenamento

Ciclo de carbono rápido

  • combustão
  • fotossíntese
  • emissão de CO₂
  • ingestão
  • decomposição
  • alguns dias – dezenas de milhares de anos

Ciclo de carbono lento

  • atividade vulcânica
  • chuva ácida
  • filtração
  • formação de carbono e de hidrocarbonatos
  • decomposição de corais e plânctones
  • decomposição
  • rochas carbonatadas
  • magmatismo
  • emissão de CO₂
  • tectónica de placas
  • milhões de anos

Intervenção humana

  • emissão do tráfego
  • emissão industrial
  • queima de carbono e de hidrocarbonatos
  • erosão do solo
  • fotossíntese
  • emissão agricultural
  • desflorestação

Narração

O número de elementos químicos na Terra é relativamente constante, mas a sua distribuição e migração estão em mudança tanto a curto como longo prazo, como resultado de processos naturais e da actividade humana. Na natureza, as substâncias estão em ciclo constante, em que sofrem várias mudanças e assumem diferentes formas.

O carbono é um dos elementos mais abundantes da Terra, é um dos componentes da atmosfera, rochas e organismos vivos.

O carbono está também presente em quantidades apreciáveis no meio ambiente não-vivo, tal como nas rochas carbonatadas, nos combustíveis fósseis, na atmosfera, na matéria orgânica em decomposição e na hidrosfera.

A fracção de dióxido de carbono do ar fornece carbono aos organismos vivos. Autotróficos, organismos que podem usar o carbono atmosférico, podem fixar o carbono usando a energia da luz do Sol e convertê-lo em substâncias orgânicas. Este é o processo de fotossíntese.

As substâncias no ciclo do carbono podem deixar o ciclo por períodos de tempo variáveis. A matéria animal e vegetal morta é desagregada por organismos que a decompõem. A maioria do seu conteúdo em carbono é libertado para a atmosfera sob a forma de dióxido de carbono, enquanto que algum é transformado é compostos carbonatados e dissolvido na água do mar.

No solo, os organismos decompõem a matéria orgânica e são produzidos e acumulados os compostos do húmus. A matéria orgânica pode ser convertida em carvão e hidrocarbonetos se a sua decomposição for inibida por um período mensurável de tempo numa escala geológica.

Os organismos vivos convertem uma parte dos seus compostos orgânicos em dióxido de carbono, que libertam para o ar. Este é o processo de respiração. O carbono que reentra no ar torna-se novamente numa fonte de carbono para as plantas.

Outros factores, tais como actividade vulcânica, combustão, a decomposição de plantas mortas e a meteorização de rochas desempenham também um papel no ciclo do carbono.

A actividade humana tem também impacto no ciclo do carbono. Portanto, a quantidade de dióxido de carbono produzido pela queima de madeira, carvão e petróleo, e pelos sectores da indústria e transportes, é substancial. Estas actividades afectam o balanço das emissões dos gases de efeito de estufa provocando o aquecimento global.

Extras relacionados

Ciclo do fósforo

O ciclo do fósforo descreve a circulação do fósforo através da litosfera, hidrosfera e biosfera.

Ciclo do nitrogénio

O nitrogénio atmosférico é fixado por bactérias e é utilizado por organismos vivos sob a forma de diversos compostos.

Ciclo do oxigénio

O ciclo do oxigénio descreve o movimento deste gás nos seus três reservatórios principais.

O ciclo hidrológico

A água no planeta Terra está em permanente estado de mudança. O ciclo hidrológico inclui processos como a evaporação, a precipitação, o derretimento e a...

Poluição do ar

Esta animação mostra as principais fontes de poluição do ar: agrícola, industrial e urbana.

Ácido carbónico (H₂CO₃)

É um líquido incolor, inodoro formado ao dissolver dióxido de carbono em água.

Atividade vulcânica

A animação mostra os diferentes tipos de erupções vulcânicas.

Casa sem emissões de dióxido de carbono

O desenho e a estrutura das casas modernas desempenha um papel importante na proteção ambiental

Desflorestação

A desflorestação tem um impacto negativo para o ambiente.

Dióxido de carbono (CO₂) (básico)

É um gás incolor, inodoro, mais pesado que o ar. É necessário para a fotossíntese das plantas.

Dióxido de carbono (CO₂) (intermediário)

É um gás incolor, inodoro, mais pesado que o ar. É necessário para a fotossíntese das plantas.

Fotossíntese

As plantas são capazes de produzir açúcar orgânico a partir de matéria inorgânica (dióxido de carbono e água).

Mineração subterrânea de carvão

Ao contrário das minas a céu aberto, nas minas subterrâneas não são removidas camadas de terra e o carvão é extraído de poços.

Monóxido de carbono (CO) (intermediário)

É um gás tóxico incolor e inodoro que causa muitas mortes devido as instalações de combustão defeituosas.

Formação do estratovulcão

Os estratovulcões consistem de camadas de cinza vulcânica, piroclastos e lava endurecida.

O ciclo hidrológico (elementar)

A água no planeta Terra tem um ciclo permanente devido à evaporação, à precipitacão, à fusão e à solidificação.

Added to your cart.