O teu carrinho de compras está vazio

Loja

Quantidade: 0

Total: 0,00

0

Cerco de Belgrado (4 a 22 julho de 1456)

Cerco de Belgrado (4 a 22 julho de 1456)

Esta foi a maior batalha na história das guerras entre Húngaros e Otomanos, no século XV. A sua memória foi preservada no toque diário dos sinos, ao meio-dia, nas igrejas espalhadas pelo mundo.

História

Palavras-chave

Nándorfehérvár, cerco de Belgrado, Hunyadi, Mehmed II, batalha, vitória, Szilágyi Mihály, Capristano, turco-húngaro, toque do sino ao meio-dia, castelo, cerco do castelo, som de sinos, turco, cruzado, exército, campo, Danúbio, Sava, cerco, Idade Média, história

Extras relacionados

Cenas

Belgrado e os seus arredores

  • exército de Hunyadi
  • tropas dos cruzados
  • campo dos cruzados
  • Nándorfehérvár (Belgrado)
  • canhões Otomanos
  • bloqueio naval Otomano
  • campo Otomano
  • Zemun
  • N
  • Danúbio
  • Sava

Eventos da batalha

  • exército de Hunyadi
  • tropas dos cruzados
  • campo dos cruzados
  • Nándorfehérvár (Belgrado)
  • canhões Otomanos
  • bloqueio naval Otomano
  • campo Otomano
  • Zemun
  • N

Narração

Fase 1 (4-14 de julho de 1456)

Os Otomanos iniciaram o cerco ao castelo com fogo de canhão, em 4 de julho de 1956. Eles formaram um bloqueio naval no Danúbio (acima da cidade de Zimony, ou Zemun, próximo de Belgrado). A frota dos cristãos tentou romper o bloqueio em 14 de julho. O exército húngaro, liderado por János Hunyadi e João Capristano, deslocou-se em paralelo à frota cristã, ao longo do rio. Iniciou-se uma batalha estática, mas os novos navios enviados por Mihály Szilágyi, capitão da fortaleza de Belgrado, ajudaram os cristãos a romper o bloqueio. Hunyadi conseguiu entrar no castelo, enquanto João Capristano montou acampamento junto ao rio Sava, em frente ao campo Otomano.

Fase 2 (21-22 de julho de 1456)

O sultão Maomé II ordenou o ataque decisivo em 21 de julho. Hunyadi enviou mais 4000 cruzados para a defesa do castelo, aumentando o número de cruzados para cerca de 20 mil. O exército Otomano consistia em 40-50 mil. Os defensores rapidamente desistiram da defesa da cidade e retiraram para a fortaleza. Seguiu-se uma batalha desesperada, que terminou com uma vitória húngara. Pela manhã de 22 de julho, todos os Otomanos foram expulsos da cidade.

Fase 3 (22 de julho de 1456)

O sultão ordenou que o exército otomano suspendesse as hostilidades. Embora Hunyadi e João Capristano o proibissem, os defensores húngaros e alguns cruzados atacaram os Otomanos, forçando Maomé II a lançar um contra-ataque. Todavia, ele deixou a sua artilharia sem proteção. Hunyadi saiu do castelo com a cavalaria pesada e aproveitou a oportunidade para capturar os canhões otomanos. A cavalaria otomana Sipahi ficou então entre a espada e a parede. Os cruzados capturaram o acampamento Otomano. Protegendo o sultão, os Otomanos fugiram em pânico, deixando o seu equipamento para trás.

Extras relacionados

Belgrado (século XV)

O castelo de Belgrado (Nándorfehérvár) foi um dos mais importantes elementos da linha fronteiriça de fortificações húngaras.

Soldados otomanos (século XVI)

O exército otomano incluia janízaros (soldados pagos) e sipahis (cavaleiros vassalos).

Sultão otomano (século XVI)

O Sultão era o líder do Império Otomano, o senhor da vida e da morte.

Funcionamento de um canhão (século XVIII)

O canhão foi um importante tipo de arma de fogo no início da história moderna, de largo uso tanto em terra como no mar.

Casamento real (século XV)

Beatriz de Aragão foi a segunda mulher do rei húngaro Matias Corvino.

Exército húngaro no século XV (cavalaria)

Uma das principais unidades do exército negro de Matias Corvino era a cavalaria.

Exército húngaro no século XV (infantaria)

Uma das principais unidades do Exército Negro de Matias Corvino era a infantaria.

Palácio Real medieval (Visegrado, Hungria, século XV)

Este magnífico palácio foi mandado erigir pelo rei Carlos I da Hungria, mas a sua forma final data do reinado de Matias Corvino.

Batalha de Hastings (1606)

Esta batalha terminou com a vitória do exército normando de Guilherme, o Conquistador, sobre os anglo-saxões.

Batalha de Mohács (29 de Agosto, 1526)

A devastadora derrota nesta batalha contra os Otomanos marcou o fim de uma era na história da Hungria.

Batalha de Muhi (11 e 12 de Abril, 1241)

A derrota devastadora dos Húngaros nesta batalha contra os Mongóis foi o resultado de uma série de más decisões.

Batalha de Varna (1444)

O rei húngaro Vladislau I faleceu na batalha, perdida, contra os Otomanos.

Táticas de ataque húngaro (século IX e X)

Uma das táticas da cavalaria ligeira húngara consistia em fingir a retirada, levando os adversários a desmobilizar as suas fileiras, momento após o qual os...

Topografia histórica (batalhas, história húngara)

Assinale num mapa vazio os locais de batalhas importantes da história húngara.

Batalha de Lepanto (1571)

A frota otomana sofreu uma pesada derrota frente à frota da Liga Santa.

Fortificação de terra, Hungria

Fortificação triangular feita de terra, usada pelo líder de uma das tribos húngaras antigas na época da conquista húngara.

Roda de fogo

Esta arma letal, uma roda de moinho de água carregada com pólvora e óleo, foi inventada pelos defensores do Castelo de Eger e usada contra os atacantes...

Added to your cart.