O teu carrinho de compras está vazio

Loja

Quantidade: 0

Total: 0,00

0

Castelo de Himeji

Castelo de Himeji

Situado perto de Osaka, o castelo japonês é também denominado Garça Branca, devido ao seu exterior de cor branca.

Artes visuais

Palavras-chave

Himeji, castelo, arquitetura casteleira, arquitetura, construção, Japonês, Japão, Osaka, Património Mundial, torre principal, história da arte, fortificação, argila, Património Mundial da UNESCO, Shirasagi, garça branca

Extras relacionados

Cenas

Castelo

Graça Branca

  • “Garça Branca” - Shirasagi
  • Torre principal - Tenshukaku - Aparenta ter cinco pisos, embora no interior tenha seis pisos e uma cave.
  • paredes brancas - Estão rebocadas com um material especial, não-inflamável.
  • pátio interior

Torre principal

Animação

  • “Garça Branca” - Shirasagi
  • Torre principal - Tenshukaku - Aparenta ter cinco pisos, embora no interior tenha seis pisos e uma cave.
  • paredes brancas - Estão rebocadas com um material especial, não-inflamável.
  • pátio interior

Narração

Situado no centro de Himeji, este edifício é uma obra-prima da arquitetura japonesa e o maior e mais visitado castelo do Japão. É também chamado Shirasagi, ou Garça Branca, por causa do seu resplandecente exterior de cor branca e por se assemelhar a um ave prestes a levantar voo. As suas paredes estão rebocadas com um material especial, não-inflamável. O primeiro castelo construído em Himeji foi uma fortaleza do século XIV. A fortaleza foi sendo mais tarde substancialmente reconstruída em várias ocasiões, tendo sido adicionados vários edifícios. A sua forma final data do século XVII.

O castelo mais forte do Japão, a Garça Branca, não foi alvo de quaisquer ataques significativos durante um longo período de tempo.
Com o fim do sistema feudal em 1871, o castelo de Himeji foi vendido em leilão. O novo proprietário quis demolir o complexo, mas os elevados custos dissuadiram-no. O castelo sobreviveu miraculosamente a subsequentes terramotos e aos bombardeamentos da Segunda Guerra Mundial.

Com quatro quilómetros de circunferência, o complexo do castelo engloba 83 edifícios, numa área de 233 hectares. Situada no centro do complexo, a torre principal tem 46 metros de altura e delimita, juntamente com outras três torres, o pátio interior do castelo. A fortaleza possui também três pátios exteriores.

O castelo Garça Branca é um dos três famosos castelos do Japão, tendo sido incluído em 1993 na lista de lugares Património Cultural da Humanidade da UNESCO. O castelo de Himeji é um clássico exemplo da arquitetura japonesa.

Extras relacionados

Samurai

O principal dever dos guerreiros japoneses era servir os seus senhores feudais, mesmo se tal custasse as próprias vidas.

Torii (portão) do Santuário de Itsukushima

O torii é um portão tradicional japonês, construído à entrada de santuários.

Casa tradicional japonesa (Machiya)

A animação mostra a machiya, a tradicional casa urbana japonesa, feita de madeira.

Gueixa

Uma gueixa é uma artista tradicional japonesa, cujos talentos incluem a música clássica e a dança.

Namdaemun (Seul, Coreia do Sul, século XV)

Considerado o tesouro nacional mais importante da Coreia do Sul, o Namdaemun foi uma das maiores e principais portas das muralhas medievais de Seul.

Complexo do Castelo de Mir (século XVII)

O Complexo do Castelo de Mir, situado na cidade de Mir na Bielorrússia, foi construído em estilo gótico-renascentista.

Pagode de Liuhe (Hangzhou, século XII)

O pagode budista das seis harmonias está localizado na China, ao pé do rio Qiantang.

Mitsubishi A6M Zero (Japão, 1940)

O Mitsubishi japonês A6M, genericamente chamado de ´Zero´ pelos Aliados, foi um avião lendário da Segunda Guerra Mundial.

Muralha da China

Uma série de fortificações construídas para impedir invasões de grupos nómadas do norte.

Palácio rococó (Fertőd, Hungria)

O complexo do palácio e parque é o maior monumento rococó da Hungria, apelidado frequentemente de "Versailles Húngaro".

Soldado japonês (Segunda Guerra Mundial)

Soldados japoneses extremamente motivados combateram principalmente nos teatros de guerra da Ásia e Pacífico, durante a Segunda Guerra Mundial.

Added to your cart.