O teu carrinho de compras está vazio

Loja

Quantidade: 0

Total: 0,00

0

Bomba atómica (1945)

Bomba atómica (1945)

A bomba atómica é uma das armas mais destrutivas da história da humanidade.

História

Palavras-chave

bomba atómica, Oppenheimer, destruição em massa, Hiroxima, Nagasaki, Los Alamos, Projeto Manhattan, Leo Szilard, Enola Gay, Alamogordo, Paul Tibbets, fissão nuclear, nuclear, arma, bombardeiro, Little Boy, Fat Man, bomba de urânio, reacção em cadeia, Guerra Mundial, John von Neumann, Edward Teller, história

Extras relacionados

Perguntas

  • Qual o nome de código do projeto para o desenvolvimento da bomba atómica?
  • Onde ficava o centro do programa nuclear norte-americano?
  • Quem liderava o Projeto Manhattan?
  • Quem convenceu\nFranklin D. Roosevelt\na apoiar o desenvolvimento\nda bomba atómica?
  • Em que data foi realizado o primeiro teste com a bomba?
  • Qual a primeira cidade japonesa a ser destruída pela bomba atómica?
  • Qual o nome de código da bomba atómica lançada sobre Hiroxima?
  • Qual a última cidade a ser destruída pela bomba atómica?
  • Em que data foi lançada a bomba atómica sobre Hiroxima?
  • É verdade que morreram 320.000 japoneses no conjunto dos dois ataques nucleares?
  • Como se chamava o avião que largou a bomba sobre Hiroxima?
  • É verdade que a utilização massiva de bombas atómicas pode conduzir à extinção da vida na Terra?
  • É verdade que, depois das duas bombas atómicas serem lançadas sobre o Japão, Leo Szilard iniciou uma campanha contra a guerra atómica?
  • É verdade que Albert Einstein era contra a ideia das bombas atómicas?
  • Quem era o presidente dos EUA quando as bombas atómicas foram utilizadas?
  • É verdade que as bombas atómicas não foram utilizadas durante a Guerra Fria por medo do seu poder destrutivo?
  • Qual o material físsil usado na bomba lançada sobre Hiroxima?
  • Qual o material físsil usado na bomba lançada sobre Nagasaki?
  • É verdade que o armamento atómico protege um país por dissuadir ataques de possíveis agressores?
  • É verdade que uma bomba de urânio contém vários pedaços de material físsil, cada um deles maior que a massa crítica?
  • Uma bomba de urânio é detonada quando os pedaços de urânio chocam entre si, o que faz com que a sua massa crítica seja excedida.
  • É verdade que a massa crítica é a mais pequena quantidade de material físsil necessária para uma contínua reação nuclear em cadeia?
  • Qual destes não é um efeito de uma explosão nuclear?
  • É verdade que os efeitos de uma explosão nuclear só afetam duas gerações seguidas?
  • A radiação radioativa pode resultar e danos genéticos ao longo de várias gerações.
  • É verdade que a bomba de Hiroxima matou quase 90% da população num raio de 1 km em torno da explosão?
  • As bombas nucleares modernas podem ser 10.000 vezes mais poderosas que a de Hiroxima.
  • É verdade que a bomba lançada sobre Hiroxima era mais poderosa que a de Nagasaki?

Cenas

Enola Gay

  • bombardeiro B-29
  • Little Boy (bomba de urânio)
  • Fat Man (bomba de plutónio)

O final horrível de uma guerra horrível

A primeira bomba atómica foi desenvolvida por uma equipa de investigação norte-americana em Los Alamos, Novo México.
O nome de código do programa foi 'Projeto Manhattan'. Foi lançado em 1939, iniciado por Leo Szilard, nascido na Hungria (e pelo medo do programa nuclear nazi). A equipa de cientistas norte-americanos, ingleses e italianos, incluso John von Neumann e Edward Teller, foi liderada por Robert Oppenheimer. A primeira bomba nuclear (uma bomba de plutónio) foi detonada no dia 16 de julho de 1945, no campo de teste de Alamogordo.

Os acontecimentos europeus da Segunda Guerra Mundial chegaram ao fim no início de maio de 1945. No Extremo Oriente, no entanto, Japão rejeitou a rendição, por isso, os EUA decidiu utilizar armas de destruição maciça. Foram lançadas bombas nucleares em Hiroxima no dia 6 de agosto (a 'Little Boy': uma bomba de urânio), e em Nagasaki no dia 9 de agosto (a 'Fat Man': uma bomba de plutónio). A primeira bomba foi lançada pelo bombardeiro B–29 Superfortress chamado Enola Gay comandado por Paul Tibbets. Apenas dois membros da tripulação sabiam o verdadeiro propósito da missão.

Bombardeiro B-29

  • metralhadora
  • cockpit
  • cabina traseira
  • compartimento traseiro pressurizado
  • porta bomb-bay
  • motor radial
  • trem de aterragem

Bombas
atómicas

  • Little Boy (bomba de urânio)
  • Fat Man (bomba de plutónio)

A bomba atómica pertence ao grupo de armas nucleares. Há dois tipos de armas nucleares: a energia das quais provém da fissão nuclear (bombas atómicas) e as que usam fusão (bombas de hidrogénio).

Nas bombas atómicas (bombas de fissão), os núcleos pesados (plutónio, urânio) dividem-se em elementos mais leves devido à radiação de neutrões, dando início a uma reação em cadeia. Devido à libertação da energia de ligação do núcleo, as bombas atómicas têm uma enorme força destrutiva. Isto manifesta-se na pressão atmosférica, no impulso eletromagnético (por exemplo, radiação de calor, luz) e na radiação radioativa.

Little Boy

  • estabilizadores traseiros
  • urânio
  • antena de radar
  • detonador
  • cano do canhão

'Little Boy'

A bomba atómica pertence ao grupo de armas nucleares. Há dois tipos de armas nucleares: a energia das quais provém da fissão nuclear (bombas atómicas) e as que usam fusão (bombas de hidrogénio).

Nas bombas atómicas (bombas de fissão), os núcleos pesados (plutónio, urânio) dividem-se em elementos mais leves devido à radiação de neutrões, dando início a uma reação em cadeia. Devido à libertação da energia de ligação do núcleo, as bombas atómicas têm uma enorme força destrutiva. Isto manifesta-se na pressão atmosférica, no impulso eletromagnético (por exemplo, radiação de calor, luz) e na radiação radioativa.

A bomba atómica Mk-I com o nome de código 'Little Boy', foi a primeira arma nuclear utilizada em guerra. Tinha um comprimento de cerca de 3 metros e uma largura de 71 centímetros. Dentro da construção pesando 4 toneladas, estavam colocados 64 quilogramas de urânio-235 (apenas 0,6 gramas do qual transformou em energia).
A 'Little Boy' foi lançada em Hiroxima no dia 6 de agosto de 1945, que tinha um poder explosivo de 13-18 quilotoneladas destruindo a cidade e matando 140 mil pessoas.

Fat Man

  • estabilizadores traseiros
  • antena de radar
  • camada de detonação
  • lente do refletor de neutrões
  • núcleo de plutónio

'Fat man'

A bomba atómica pertence ao grupo de armas nucleares. Há dois tipos de armas nucleares: a energia das quais provém da fissão nuclear (bombas atómicas) e as que usam fusão (bombas de hidrogénio).

Nas bombas atómicas (bombas de fissão), os núcleos pesados (plutónio, urânio) dividem-se em elementos mais leves devido à radiação de neutrões, dando início a uma reação em cadeia. Devido à libertação da energia de ligação do núcleo, as bombas atómicas têm uma enorme força destrutiva. Isto manifesta-se na pressão atmosférica, no impulso eletromagnético (por exemplo, radiação de calor, luz) e na radiação radioativa.

A bomba de fissão lançada em Nagasaki no dia 9 de agosto de 1945, provavelmente, foi apelidado após Winston Churchill. Tinha um comprimento de 325 centímetros e uma largura de 152 centímetros, pesava 4600 quilogramas e continha plutónio-239. O bombardeiro Bockscar (pilotado por Charles Sweeney) que lançou a bomba, pertencia ao mesmo tipo e a mesma esquadra do que a outra que tinha borbardeado Hiroxima. A explosão, tendo um poder explosivo de 21 quilotoneladas, causou a morte de 39 mil pessoas e deixou 25 mil pessoas feridas na cidade japonesa.

Animação

  • estabilizadores traseiros
  • urânio
  • antena de radar
  • detonador
  • cano do canhão
  • estabilizadores traseiros
  • antena de radar
  • camada de detonação
  • lente do refletor de neutrões
  • núcleo de plutónio
  • urânio
  • fissão espontânea
  • fissão induzida
  • reação em cadeia descontrolada
  • Hiroxima
  • Nagasaki

Funcionamento

  • urânio
  • cano do canhão

Reacção em cadeia

Narração

O poder destrutivo das bombas atómicas provém da fissão nuclear, ou seja, a separação dos núcleos que emite neutrões e por conseguinte liberta energia. A fissão nuclear pode ocorrer de forma espontânea, ainda que raramente, ou pode ser gerada por um bombardeamento de neutrões. Foi Leo Szilard quem avançou com a ideia de que, se um átomo absorver um neutrão, irá dividir-se e libertar vários neutrões, dando início a uma reação em cadeia.

O isótopo de urânio com uma massa atómica de 235 e o isótopo de plutónio com uma massa atómica de 239 são os mais adequados para tal, uma vez que cada fissão liberta dois ou três neutrões.
A condição prévia para a reação em cadeia é que o material físsil entre num estado supercrítico, ou seja, que a sua massa e densidade sejam maiores que um valor mínimo. Os neutrões libertados por fissão espontânea colidem com núcleos, fazendo com que estes se separem. São desse modo libertados mais neutrões, dando-se início a uma reação em cadeia.

Nas bombas de urânio, o material físsil é colocado em vários pedaços mais pequenos e separados. Quando os explosivos fazem com que estes pedaços choquem entre si, a sua massa combinada excede a massa crítica, o que provoca uma detonação.

Nas bombas de plutónio, o material físsil é comprimido pelos explosivos de forma a dar início à reação em cadeia.

O Projeto Manhattan foi um programa de investigação norte-americano para o desenvolvimento da bomba atómica. A equipa de físicos foi liderada por Robert Oppenheimer. Também a Alemanha nazi tentou desenvolver uma bomba atómica, mas felizmente fracassou.

Oppenheimer e a sua equipa alcançaram o seu objetivo em 1945, construindo uma bomba de urânio chamada Little Boy e uma de plutónio chamada Fat Man.
No dia 26 de Julho de 1945, os Aliados enviaram um ultimato ao Japão, solicitando a sua rendição imediata para assim pôr fim à Segunda Guerra Mundial. Depois de o Japão ter rejeitado o ultimato, as duas bombas atómicas foram lançadas. Um bombardeiro de nome Enola Gay lançou a 'Little Boy' em Hiroxima no dia 6 de Agosto, e um bombardeiro B-29 chamado 'Bockscar' lançou a 'Fat Man' em Nagasaki no dia 9 de Agosto.

Os dois ataques resultaram numa terrível destruição e na morte de mais de 300.000 civis. Gerações mais tarde, continuavam a nascer crianças com graves problemas congénitos devido às mutações provocadas pela radiação.

As duas bombas obrigaram o Japão a vergar-se. A rendição que assinalou o final da Segunda Guerra Mundial foi assinada a bordo do couraçado USS Missouri, em 2 de Setembro de 1945.

Extras relacionados

Radioatividade

Ao processo de desintegração de núcleos instáveis dá-se o nome de radioatividade.

Reação em cadeia

A energia libertada durante uma fissão nuclear pode ser usada para fins civis e militares também.

A experiência de Rutherford

A experiência de Rutherford provou a existência de núcleos atómicos de carga positiva. Os resultados conduziram à elaboração de um novo modelo atómico.

B-17 Fortaleza Voadora (EUA, 1938)

A "Fortaleza Voadora" foi desenvolvida pela Boeing para a Força Aérea do Exército dos Estados Unidos.

B-24 Liberator

O B-24 Liberator foi um bombardeiro pesado norteamericano, construído em grande número e utilizado em todas as frentes durante a Segunda Guerra Mundial.

O laboratório de Marie Curie

Marie Curie, a única mulher a ganhar o Prémio Nobel em duas áreas da ciência, é provavelmente a mulher mais conhecida na história da ciência.

Partículas elementares

Os quarks e os leptões são os constituintes da matéria, interagindo entre si mediante o intercâmbio de bosões.

Reator nuclear de fusão

A fusão nuclear servirá como fonte de energia amiga do ambiente e praticamente inesgotável.

Soldado americano (2ª Guerra Mundial)

Os soldados americanos lutaram em quase todos os grandes palcos da 2ª Guerra Mundial.

Vought F4U Corsair (Estados Unidos, 1944)

O caça naval Vought F4U Corsair, com motor radial, foi um dos mais proeminentes aviões norte-americanos durante a Segunda Guerra Mundial.

B-2 Spirit (EUA, 1989)

O bombardeiro pesado stealth Northrop Grumman B-2 Spirit, foi desenvolvido nos EUA em meados da década de 90. A aeronave foi usada na guerra dos Balcãs e no...

Central nuclear

As centrais nucleares convertem a energia libertada durante a fusão nuclear em energia elétrica.

Míssil balístico V-1

O V-1 foi um míssil de cruzeiro guiado, desenvolvido na Alemanha nazi e utilizado na Segunda Guerra Mundial.

Míssil balístico V-2 (1944)

O foguete alemão de combustível propelente líquido, desenvolvido durante a Segunda Guerra Mundial, foi o primeiro objeto feito pelo homem a chegar ao espaço.

O desenvolvimento da mecânica celeste

Esta animação apresenta os estudos de astrónomos e físicos, cujas obras alteraram fundamentalmente a nossa visão do Universo.

Tanque (2ª Guerra Mundial)

Os tanques foram os principais protagonistas da 2ª Gurra Mundial.

Tanque leve Toldi 38 M

Este tanque leve foi usado pelo Exército Real Húngaro na Segunda Guerra Mundial.

USS Missouri (EUA, 1944)

O couraçado USS Missouri, utilizado pela primeira vez durante a Segunda Guerra Mundial, participou também na Guerra do Golfo.

Armas (1ª Guerra Mundial)

Durante 1ª Guerra Mundial, o desenvolvimento de novas armas proporcionou grandes avanços na tecnologia militar.

Messerschmitt Bf 109 G (Alemanha, 1941)

Este avião de caça foi usado pela Força Aérea alemã durante a 2ª Guerra Mundial.

Soldado soviético (2ª Guerra Mundial)

O Exército Soviético tornou-se um elemento poderoso, primeiro devido às suas dimensões, mais tarde pelo seu armamento.

Supermarine Spitfire (Grã-Bretanha, 1938)

O "cuspidor de fogo" foi um lendário avião de caça monolugar britânico, usado na 2ª Guerra Mundial.

Added to your cart.