O teu carrinho de compras está vazio

Loja

Quantidade: 0

Total: 0,00

0

Batalha de Gaugamela (331 a.C.)

Batalha de Gaugamela (331 a.C.)

A batalha, considerada uma obra de arte tática, resultou na vitória do Alexandre, o Grande sobre a Pérsia.

História

Palavras-chave

batalla de Gaugamela, Alexandre Magno, Alexandre III, Dario III, 331 a. C., Gaugamela, Império Macedónio, Império Persa, Persas, macedonios, helenos, falange, hoplitas, arqueiros, carros de guerra, hetairoi, infantaria, cavalaria, Bessos, Parmenión, Maceo, elefantes de guerra, siglo IV a. C., campanha militar, batalha, história militar, estratégia, tática, história, Antiguidade, Iraque

Extras relacionados

Cenas

Gaugamela

  • Exército grego-macedónico
  • Exército persa

Alexandre Magno começou a sua campanha lendária com o objetivo de conquistar o Império Persa. A batalha crucial entre os dois exércitos teve lugar na planíce perto de Gaugamela. A batalha, frequentemente referida como a obra de arte tática de Alexandre, resultou na vitória dos macedónios, apesar do equilíbrio desigual de forças. O destino do Império Persa foi selado.

O rei da Pérsia fugiu do campo de batalha, mas Alexandre deu a perseguição a ele. Um ano mais tarde, Bessos, o sátrapa de Báctria capturou e matou Dario. Quando Alexandre soube que o seu inimigo respeitado morreu, fez levar o seu corpo de volta para Persépolis que foi enterrado numa cerimónia digna de um rei. O seu assassino, Bessos, por outro lado, recebeu uma punição severa por sua crueldade.

Exército grego-macedónico

  • flanco esquerdo defensivo (Parménio)
  • falange diagonal
  • falange auxiliar traseira
  • flanco direito ofensivo (Alexandre, o Grande e os heteros)

Os heteros

A cavalaria pesada ("companheiros do rei", hetairoi em grego) contribuiu muito para os sucessos de Alexandre Magno. Eles eram os filhos de nobres macedónios, uma unidade de elite. Na batalha, eram sempre sob o comando pessoal de Alexandre.

Exército persa

  • flanco esquerdo (cavalaria, Bessos)
  • carroças (Dario III) e os elefantes de guerra
  • infantaria persa
  • flanco direito (cavalaria, Mazeu)

Os tanques da antiguidade

O uso de elefantes na guerra remonta ao segundo milénio a.C. Os persas provavelmente aprenderam este elemento tático dos índios. Na batalha de Gaugamela, foram utilizados 15 elefantes contra os macedónios. Na véspera da batalha, a presença dos elefantes impeliu Alexandre a oferecer um sacrifício a Fobos, ao deus mitológico do medo.

Fases da batalha

  • flanco esquerdo defensivo
  • falange diagonal
  • falange auxiliar traseira
  • flanco direito ofensivo
  • flanco esquerdo
  • carroças e elefantes de guerra
  • infantaria persa
  • flanco direito

Narração

Atacando numa ordem oblíqua, a falange macedónia investiu contra os persas, as carroças e elfantes de guerra dos quais não podiam resistir.

A manobra cercada do flanco esquerdo persa também foi mal-sucedida. Os heteros romperam os pontos fracos dos postos persas.

Algumas das unidades persas conseguiram atravessar a falange maceónia e chegaram ao seu campo. A cavalaria persa investiu contra o flanco direiro macedónio.

A cavalaria pesada de Alexandre atacou a cavalaria persa pelas costas. Após perder o seu motorista de carroça, Dario fugiu do campo de batalha.

Extras relacionados

Guerreiro persa (século V a.C.)

Os excelentes arqueiros eram membros temidos do exército persa.

Soldado da Macedónia (século IV a.C.)

Os soldados do Antigo Reino da Macedónia eram muito temidos.

Batalha de Isso (333 a.C.)

Esta batalha terminou com uma vitória esmagadora do exército macedónio de Alexande, o Grande, sobre o exército persa liderado por Dario III.

Falange militar da Grécia e da Macedônia

A falange foi uma formação militar de infantaria pesada da Grécia Antiga.

Monarca persa (século V a.C.)

Os monarcas persas antigos eram famosos pela sua riqueza e pelo tamanho do seu império.

O Império Macedónio

O lendário imperador e líder militar Alexandre, o Grande estabeleceu um império enorme.

Impérios antigos lendários

Vários impérios lendários foram construídos (e destruídos) ao longo da história.

Torre de cerco da Macedónia (IV século a.C.)

O exército de Alexandre Magno utilizou com sucesso as torres de cerco para atacar as fortificações inimigas.

Topografia histórica (batalhas, história universal)

Assinale num mapa vazio os locais de batalhas importantes da história universal.

Added to your cart.