O teu carrinho de compras está vazio

Loja

Quantidade: 0

Total: 0,00

0

Arena de Pula (Pula, século I)

Arena de Pula (Pula, século I)

Localizada na atual Croácia, a Arena de Pula foi um dos maiores anfiteatros romanos na Antiguidade.

Artes visuais

Palavras-chave

anfiteatro, Via Flavia, Pula, gladiador, jogos de circo, luta de animais, Római Birodalom, Croácia, arena, memorial, Antiguidade, Século I, período imperial, arquitetura, auditório, história

Extras relacionados

Cenas

Anfiteatro

  • corredor - Faziam com que a circulação dentro do edifício fosse rápida.
  • torre - A Arena de Pula é o único anfiteatro romano conservado com quatro torres laterais.
  • toldo (velário) - A estrutura, feita de lona e sustentada por plintos, mastros e cordas, assegurava sombra para os espectadores.
  • arena - Para entreter o público, os gladiadores e animais selvagens lutavam na arena coberta de areia do anfiteatro elíptico.
  • gladiadores

Os anfiteatros eram estruturas típicamente elípticas ou circulares, construídas para acolher vários eventos.

Estes edifícios podiam acomodar uma grande número de pessoas. A arena, localizada no centro, estava rodeada por uma cávea escalonada. Os anfiteatros, principalmente, serviam como sítio das lutas de gladiadores e de animais.

O anfiteatro localizado em Pula, na atual Croácia, era um dos maiores anfiteatros na Antiguidade. As suas dimensões são semelhantes a das da Arena de Verona, situada na Itália. A Arena de Pula foi construída em várias fases e foi concluída na segunda metade do século I d.C.

Estrutura

  • forma elíptica - Os anfiteatros do Império Romano Antigo foram construídos típicamente segundo este tipo de planta baixa.
  • lado virado para o território continental - O anfiteatro foi construído num declive muito perto da costa. Este lado tem dois andares.
  • lado virado para o mar - O anfiteatro foi construído num declive muito perto da costa. Este lado tem quatro andares. A muralha exterior tem uma altura de 29,4 m no seu ponto mais elevado.
  • 132,45 m
  • 105,1 m
  • 67,95 m
  • 41,65 m

Torre

A estrutura da Arena de Pula é diferente dos outros anfiteatros romanos conservados já que tem quatro torres laterais incorporadas na muralha exterior. Estas torres reforçavam a muralha. Cada torre tinha uma escadaria em madeira que levava até ao topo. Os telhados inclinados eram cobertos de telhas cerámicas.

De acordo com as fontes históricas, cada torre tinha duas cisternas de água perfumada, provavelmente, para alimentar uma fonte e para pulverizar o público nos dias de calor.

Sombreamento

  • mastro
  • lona
  • telha cerámica
  • plinto
  • corda
  • anel metálico

Os anfiteatros tinham uma estrutura única de toldo, chamada velário. As enormes telas com forma de vela protegiam os espectadores do sol. De acordo com as fontes históricas, eram, também, capazes de criar um ambiente mais confortável dirigindo a circulação do ar até abaixo, arrefecendo a cávea.

As telas eram esticadas por cordas fixadas aos mastros e às partes integrantes da fachada, por um lado e, por outro lado, ao anel metálico situado acima da arena.

Seção

  • janela - No andar superior, construíram-se 64 aberturas rectangulares.
  • arco - Construíram-se arcadas nos dois andares centrais. A arcada mais alta destas forma um círculo completo e tem 72 arcos.
  • pilastra - Um elemento arquitectónico, semelhante aos pilares, que sobressai da fachada.
  • corredores e quartos - Havia corredores, armazéns e lojas abaixo da cávea.
  • portão
  • corredor - Faziam com que a circulação dentro do edifício fosse rápida.
  • arena - Para entreter o público, os gladiadores e os animais selvagens lutavam na arena coberta de areia do anfiteatro elíptico.
  • entrada
  • cávea - O auditório tinha 40 degraus e foi dividido em duas galerias. Tinha uma capacidade para cerca de 23.000 pessoas.
  • hipogeu - Foram construídas passagens subterrâneas ao longo do eixo mais comprido da arena elíptica. Os animais, os gladiadores e as ferramentas foram levados para a arena através destas passagens.
  • entrada para animais - Os animais selvagens foram trazidos aos anfiteatros de todas as partes do Império Romano. Estes animais, mantidos em gaiolas, lutavam contra outros animais ou os gladiadores.

Arena

  • entrada para a arena - Duas grandes portas foram construídas nas extremidades do eixo mais comprido da arena elíptica. Os maiores objetos e as carroças foram levados para a arena através destas.
  • entrada para animais - Os animais selvagens foram levados aos anfiteatros de todas as partes do Império Romano. Estes animais, mantidos em gaiolas, lutavam contra outros animais ou os gladiadores.
  • areia
  • cávea - O auditório tinha 40 degraus e foi dividido em duas galerias. Tinha uma capacidade para cerca de 23.000 pessoas.
  • toldo (velário) - A estrutura, feita de lona e sustentada por plintos, mastros e cordas, assegurava sombra para os espectadores.
  • saída
  • gladiadores

A arena dentro dos anfiteatros era coberta por areia. Podia entrar através das grandes portas construídas nas extremidades do eixo mais comprido da arena e, também, através das entradas menores abertas da muralha lateral. Os maiores objetos e as carroças foram levados através das grandes portas, enquanto os animais e os gladiadores entravam na arena através das entradas menores. Os canais de drenagem retiravam a água de chuva da arena.

Animação

Narração

A Arena de Pula, localizada na atual Croácia, era um dos maiores anfiteatros do Império Romano. O anfiteatro elíptico foi construído fora da muralha da cidade, ao longo da Via Flavia. A construção foi concluída no século I d.C.

A estrutura tem duas características. Já que foi construída num território inclinado, o seu lado virado para o mar tem quatro andares, enquanto o virado para o território continental tem apenas dois. Além disso, é o único entre os anfiteatros conservados com quatro torres laterais.

O anfiteatro servia como sítio das lutas de gladiadores e de animais e tinha uma capacidade para 23.000 pessoas. Apesar de tiver perdido a sua função original no século V, está entre os monumentos antigos melhor preservados na Croácia e ainda hoje atrai uma grande número de visitantes.

Extras relacionados

Coliseu (Roma, século I)

O mais famoso e esplendoroso anfiteatro de Roma foi construído no século I d.C.

Gladiadores romanos (século II)

Os gladiadores eram combatentes que entretinham o público, em lutas entre eles ou com animais selvagens, nas arenas da Roma Antiga.

As províncias e cidades na Roma Antiga

Esta animação apresenta a história da Roma Antiga através dos séculos

Circo Máximo (Roma)

A enorme arena da Roma Antiga tornou-se famosa pelas suas corridas de bigas.

Edifícios lendários

Uma coleção de edifícios lendários da história da civilização.

Estrada e aqueduto romanos

A rede de estradas e aquedutos do Império Romano reflete bem o alto nível de desenvolvimento da civilização romana.

O Castelo de Varazdin (século XVI)

Este castelo espetacular fica localizado no norte da Croácia.

O Palácio de Diocleciano (Split, Croácia)

O palácio semelhante a uma fortaleza foi construído por ordem do Imperador Romano Diocleciano na costa, perto da sua cidade natal.

Ragusa (Croácia, século XVI)

Esta cidade croata, hoje chamada Dubrovnik, é conhecida pela sua arquitetura espetacular e localização maravilhosa.

Senador da Roma Antiga com a sua mulher

Os Senadores, como membros da mais alta classe social na Roma Antiga, usavam togas com bordas púrpuras.

Arco de Tito (Roma, século I)

Este Arco do Triunfo foi erigido à entrada do Fórum Romano, para comemorar a vitória do Imperador Tito no Cerco de Jerusalém.

Panteão (Roma, século II)

O "Templo de todos os deuses" foi construído durante o reinado do imperador romano Adriano.

Soldado romano (século I a. C.)

Os mercenários do Império Romano eram muito bem treinados e equipados.

Termas de Caracala (Roma, século III)

O magnífico complexo das termas do imperador romano foi construído no século III A. D.

Casa romana (domus)

Na Roma Antiga, a residência urbana das famílias abastadas era a domus, uma casa espaçosa, com várias divisões e plantas variadas.

Added to your cart.